Category Archives: WTCC

Tiago Monteiro e Gabriele Tarquini na Honda

Gabriele Tarquini e Tiago Monteiro

Tiago Monteiro vai continuar no WTCC no próximo ano, trocando o SEAT Leon pelo novo Honda Civic, prometendo injetar nova energia no campeonato depois da perda da Chevrolet.

O próximo ano promete ser um dos mais importantes para a carreira de Tiago Monteiro. O piloto português vai mudar de marca no Campeonato do Mundo de Turismo (mais conhecido como WTCC), passando a representar a Honda, que regressa à competição com uma  equipa oficial e dois Civic, com o piloto luso a integrar a formação, acompanhado pelo veterano Gabriele Tarquini.

A estreia ao volante do carro japonês vai ter lugar já este ano, já que Monteiro vai disputar as três últimas provas do campeonato – Suzuka, Xangai e Macau-, ao volante do novo Civic, para testar em condições de corrida. Tiago Monteiro vai fazer as suas duas últimas corridas com o SEAT Leon (o único que continua a usar o motor antigo da Sun Red) em Curitiba (já este fim de semana) e Sonoma.

Depois do final do campeonato, o piloto português vai ter a companhia de Gabriele Tarquini para continuar o processo de desenvolvimento do carro até ao início da próxima temporada. Tarquini, com 50 anos, foi colega de equipa de Tiago na SEAT e campeão do mundo em 2009. O italiano já tinha representado a Honda nos campeonatos britânico, alemão e europeu de Superturismos entre 1997 e 2001.

No terreno, a Honda volta a estabelecer uma parceria com a equipa italiana JAS Motorsport. A JAS construiu os antigos Civic Type-R e Accord Euro-R que participaram no ETCC e no WTCC, bem como o Civic R3 usado no IRC. A Mugen é a responsável pelo desenvolvimento do novo motor 1.6 turbo, equipado com injeção direta, que vai ultrapassar os 300 cv de potência.

Esta nova equipa promete animar as pistas no próximo ano e Tarquini e Monteiro são potenciais candidatos às vitórias, depois da Chevrolet anunciar o fim da sua participaçãpo oficial no WTCC com uma equipa de fábrica. A SEAT corre no WTCC de forma ‘encapotada’ (como Lukoil Racing), enquanto a BMW tem apenas equipas clientes. A Ford continua a evoluir no seu primeiro ano com o Focus, enquanto a Lada também regressa a tempo inteiro no próximo ano.

Anúncios

Chevrolet anuncia retirada no WTCC no final de 2012

Yvan Muller, bicampeão mundial de turismos com a Chevrolet

A única construtora presente com equipa oficial no WTCC em 2012 não estará mais no campeonato na próxima temporada. A Chevrolet, atual campeã e que domina a disputa neste ano anunciou, nesta quarta-feira, que vai deixar o certame após a conclusão do campeonato que está em curso.

A Chevrolet justificou a saída do certame como uma “revisão estratégica dos programas de automobilismo e de marketing”. A marca seguirá ativa na Indy, à qual regressou em 2012, como fabricante de motores, e em campeonatos de GT’s.

Em oito anos participando do Campeonato Mundial de Carros de Turismo, a construtora conquistou 59 vitórias e dois títulos, em 2010 e 2011. No ano passado, os seus três pilotos, Yvan Muller, Alain Menu e Rob Huff, ocuparam as três primeiras posições do campeonato, o que está se repetindo em 2012, repetindo um domínio avassalador da marca, que utiliza o modelo Cruze no certame.

Segundo o comunicado, “o anúncio foi feito no meio da temporada para que os pilotos da RML [equipa operacional contratada pela Chevrolet] possam planear os seus futuros”.

Presidente da Chevrolet na Europa, Susan Dohert, afirmou que “a decisão tem como objetivo focar as atividades da marca em outras áreas. Estamos extremamente orgulhosos dos dois títulos que conquistamos, e das 59 vitórias nos últimos oito anos. O WTCC foi uma grande plataforma de exposição para a Chevrolet na Europa e em outros mercados ao redor do mundo, e agora estamos a tentar conquistar o nosso terceiro título junto da RML”.

O dirigente rasgou elogios aos três pilotos que defendem a construtora. “O Yvan, o Rob e o Alain são mais que grandes pilotos. Eles são exemplos de embaixadores da marca para a Chevrolet, e incorporam o espírito de Louis Chevrolet a cada vez que correm”, declarou.

Diretor-desportivo da construtora, Eric Nève, falou na emoção de fazer este anúncio: “Naturalmente, anunciar esta decisão é algo que vem com muitas emoções. Desde a nossa primeira temporada, esta foi uma aventura incrível e que teve dois anos vencedores”.

O chefe da RML, Ray Mallock, evitou falar em planos para o futuro, mas agradeceu à Chevrolet pela oportunidade de divulgar a sua equipa e salientou as vitórias que foram conquistadas durante os oito anos de parceria. “Todos na RML estão orgulhosos dos campeonatos que vencemos para a Chevrolet no WTCC”, garantiu.

Nos últimos anos, exercemos um papel fundamental na promoção e na construção da marca da Chevrolet ao redor do mundo e o sucesso deste trabalho também foi uma grande plataforma para desenvolver a RML mundialmente”, observou Mallock. “O nosso objetivo é continuar a vencer em todas as categorias nas quais competirmos. Não é preciso dizer, portanto, que toda a equipa RML continua muito focada em vencer tanto o campeonato de pilotos quanto o de construtores do WTCC em 2012”, encerrou o dirigente.

Tiago Monteiro: “Temos de trabalhar com o que temos à disposição”

Tiago Monteiro

Sabendo de antemão que teria mais um fim de semana bastante complicado no WTCC, Tiago Monteiro conseguiu pontuar nas duas corridas do Mundial de Turismos que tiveram lugar no Autódromo Internacional do Algarve, conseguindo assim cumprir um dos seus objetivos. O piloto português terminou em sétimo na primeira corrida e em oitavo na segunda.

Na primeira corrida, Tiago Monteiro partiu de oitavo e após um bom arranque, subiu posições e defendeu-se o melhor que pôde dos seus adversários. Na segunda a sair da terceira posição as expectativas do público eram enormes mas o piloto português estava ciente de que iria ter uma dura tarefa em manter alguns dos outros protagonistas atrás de si: “Fiz tudo o que pude. Foram duas corridas muito duras, exigentes e com muitas lutas. Ao mesmo tempo que procurava atacar, tinha de defender. Um sétimo e um oitavo lugar são dois bons resultados que me dão pontos importantes para o campeonato”, começou por dizer.

Poderíamos ter feito um bocadinho melhor, mas o motor não dava para mais. Temos de trabalhar com o que temos à disposição. Vamos ter de evoluir um bocadinho mais este motor porque nesta pista a diferença notou-se mais para os nossos adversários. Enquanto não tiver o motor novo, há que fazer o melhor possível com o que há disponível“, continuou.

Alain ‘Michel Vaillante’ Menu vence segunda corrida; Tiago Monteiro é 8º

Alain “Michel Valliante” Menu

Mais uma vitória da Chevrolet no Campeonato Mundial de Carros de Turismo. Depois que Yvan Muller venceu a primeira corrida da ronda dupla do Algarve, em Portugal, foi Alain Menu quem tratou de colocar novamente a construtora norte-americana no alto do pódio neste domingo.

Com o carro, o macacão e o capacete pintados em referência a Michel Vaillante, piloto de histórias em quadrinhos, o suíço roubou a liderança na partida e precisou de três voltas para construir uma vantagem de 6s sobre o espanhol da Seat. Nas voltas finais, ele ainda tirou o pé e administrou a vantagem, que caiu para 3,2s.

Segundo classificado, Oriola foi o melhor dentre os pilotos independentes. O piloto de 17 anos perdeu a posição também para Tom Coronel na primeira volta, mas recuperou logo na sequência. O veterano não conseguiu mais atacar o espanhol e contentou-se com o terceiro lugar.

Líder do campeonato, Muller ficou preso atrás de Gabriele Tarquini por algumas voltas, mas conseguiu pegar um grande vácuo na volta de número sete para executar a ultrapassagem sobre o italiano. No terceiro carro da Chevrolet, Robert Huff tentou aproveitar-se do momento e mergulhou para cima dos dois, no que resultou num toque com Tarquini.

O saldo foi positivo para Huff, que ganhou duas posições, neutro para Muller, que continuou em quinto, e negativo para Tarquini, que recolheu às boxes na passagem seguinte, devido ao estrago causado pelo toque com o piloto da Chevrolet.

Sem um bom ritmo, Muller ainda precisou conter as investidas de Alberto Cerqui, que estava mais rápido, contudo, não conseguiu ultrapassar antes do fim da prova, apesar da pressão.

No campeonato, Muller tem 245 pontos, 18 a mais que Huff. Terceiro, Menu tem 210. Na quarta posição, Coronel é o melhor piloto do “resto” – não-Chevrolet – com singelos 140 pontos, seis a mais que Tarquini.

Confira os resultados:

Pos Driver Team/Car Time/Gap
 1.  Alain Menu            Chevrolet            21m34.180s
 2.  Pepe Oriola           Tuenti SEAT            + 3.200s
 3.  Tom Coronel           ROAL BMW               + 5.160s
 4.  Rob Huff              Chevrolet              + 6.961s
 5.  Yvan Muller           Chevrolet              + 8.280s
 6.  Alberto Cerqui        ROAL BMW               + 8.626s
 7.  Alex MacDowall        bamboo Chevrolet      + 15.007s
 8.  Tiago Monteiro        Tuenti SEAT           + 15.874s
 9.  Franz Engstler        Engstler BMW          + 16.264s
10.  Norbert Michelisz     Zengo BMW             + 18.128s
11.  James Thompson        TMS Lada              + 19.832s
12.  Gabor Weber           Zengo BMW             + 23.542s
13.  Darryl O'Young        Special Tuning SEAT   + 28.326s
14.  Charles Ng            Engstler BMW          + 28.581s
15.  Tom Chilton           Arena Ford            + 30.552s
16.  Aleksei Dudukalo      Lukoil SEAT           + 50.602s
17.  Pasquale di Sabatino  bamboo Chevrolet        + 1 lap
18.  Stefano D'Aste        Wiechers BMW            + 1 lap

Retirements:

     Gabriele Tarquini     Lukoil SEAT              8 laps
     James Nash            Arena Ford               7 laps
     Mehdi Bennani         Proteam BMW              3 laps
     Tom Boardman          Special Tuning SEAT      2 laps

Yvan Muller vence em Portimão e amplia vantagem no topo do mundial

Yvan Muller

Yvan Muller estendeu a sua vantagem na liderança do Campeonato Mundial de Carros de Turismo, o WTCC. No Algarve, em Portugal, neste domingo, o piloto conquistou mais uma vitória, sua sexta em 2012, batendo Gabriele Tarquini e Robert Huff por muito pouco, foram apenas 0,9s separando os três primeiros na primeira bateria da ronda dupla.

Largando em segundo, ao lado de Tarquini, Muller tracionou melhor na largada lançada e saltou para a dianteira. O troco do italiano não foi possível pois, apesar de estar bastante rápido, ele tinha de se preocupar com outro carro da Chevrolet, o de Huff, que estava colado atrás. Assim, o trio andou rápido e sem errar, ganhou terreno em relação ao restante do pelotão e subiu aos três lugares do pódio.

Norbert Michelisz os acompanhou por algumas voltas, mas não resistiu, e ficou para trás, terminando em quarto, a pouco mais de 6s. O quinto classificado foi Alain Menu, no terceiro carro da equipa de fábrica da Chevrolet, que largou em nono e ganhou quatro posições ao longo das 11 voltas de disputa.

O suíço está sob investigação, no entanto, por um toque com Aleksei Dudulako na primeira volta, quando acabou por forçar um pião do russo, que acabou, pouco depois, por se envolver num acidente com Gabor Weber e teve de se retirar.

Tom Coronel foi o sexto classificado, à frente do piloto da casa, o português Tiago Monteiro, e de Alberto Cerqui, que terminou na oitava posição. O grupo dos dez primeiros foi completado por Pepe Oriola e Alex MacDowall.

Confira os resultados:

Pos Driver Team/Car Time/Gap
 1.  Yvan Muller           Chevrolet            21m20.620s
 2.  Gabriele Tarquini     Lukoil SEAT            + 0.336s
 3.  Rob Huff              Chevrolet              + 0.951s
 4.  Norbert Michelisz     Zengo BMW              + 6.699s
 5.  Alain Menu            Chevrolet             + 13.669s
 6.  Tom Coronel           ROAL BMW              + 17.053s
 7.  Tiago Monteiro        SUNRED SEAT           + 20.172s
 8.  Alberto Cerqui        ROAL BMW              + 20.422s
 9.  Pepe Oriola           SUNRED SEAT           + 21.134s
10.  Alex MacDowall        bamboo Chevrolet      + 21.723s
11.  Stefano D'Aste        Wiechers BMW          + 22.453s
12.  Franz Engstler        Engstler BMW          + 26.142s
13.  Darryl O'Young        Special Tuning SEAT   + 29.066s
14.  Tom Boardman          Special Tuning SEAT   + 29.813s
15.  Pasquale di Sabatino  bamboo Chevrolet      + 34.752s
16.  Tom Chilton           Arena Ford            + 42.163s

Retirements:

     James Thompson        TMS Lada                10 laps
     Charles Ng            Engstler BMW             9 laps
     James Nash            Arena Ford               7 laps
     Mehdi Bennani         Proteam BMW              7 laps
     Gabor Weber           Zengo BMW                4 laps
     Aleksei Dudukalo      Lukoil SEAT              2 laps

Tiago Monteiro: “Só posso estar satisfeito com este resultado”

Tiago Monteiro

Tiago Monteiro garantiu a oitava e terceira posições da grelha de partida para as duas corridas do WTCC que se vão realizar amanhã no traçado algarvio. O piloto da ‘casa’ já venceu esta prova em 2010 mas este ano o seu objetivo passa por pontuar e proporcionar ao público um bom espetáculo.

A minha volta não foi perfeita, o carro estava bastante difícil de pilotar e o piso muito escorregadio, pelo que acredito que podia ter conseguido uma melhor posição, mas só posso estar satisfeito com este resultado“, começou por dizer o piloto luso, que destacou a competitividade deste treino, tendo ficado a uma décima da quarta posição e sendo o segundo melhor SEAT em pista.

Uma coisa é na qualificação que fazemos uma volta rápida com pneus novos, outra coisa é a corrida. A degradação dos pneus vai ter um papel fundamental no resultado final, mas não só. Infelizmente não temos a aceleração de motor ideal para esta pista que é bastante exigente, com muitas curvas em apoio longo, mas vamos fazer o melhor possível“, continuou, descartando como objetivo a repetição do triunfo de 2010.

Impossível não é, porque no automobilismo tudo pode acontecer mas devo ser realista. Em 2010 a competitividade do meu carro era diferente, por isso o meu objetivo passa por terminar ambas as corridas nos lugares pontuáveis e dar um bom espetáculo para o público presente“, rematou.

Amanhã as duas corridas terão lugar pelas 13h e 15h35 com transmissão em direto na RTP2. O Eurosport transmitirá em diferido a partir das 21h.

Gabriele Tarquini alcança a pole-position para a primeira corrida em Portimão; Tiago Monteiro parte de 8º

Gabriele Tarquini

Correndo junto com a AutoGP em Portugal, o italiano Gabriele Tarquini, da Lukoil Seat, conquistou a sua segunda pole-position da temporada neste sábado, no Autódromo Internacional do Algarve, deixando Yvan Muller, 0,266s mais lento, na segunda posição.

A primeira parte da atividade foi interrompida pela bandeira vermelha faltando seis minutos para o final, mas Tarquini dominou o Q1 e fez o tempo de 1:54:809 e garantiu a primeira posição já na primeira parte da atividade. Tarquini, Muller, Huff, Menu, Michelisz, Oriola, Cerqui, Coronel, Monteiro, Bennani, Dudukalo e Weber foram os classificados para a segunda parte do treino.

No Q2, o domínio do italiano foi absoluto, ele melhorou a sua própria marca em quase 1s, fez 1;53:966, e garantiu a segunda pole-position da temporada. Muller ainda tentou lutar pela primeira posição, mas conseguiu o tempo de 1:54:232 e ficou em segundo. Atrás do italiano e de Muller veio o húngaro Norbert Michelisz, que enfrentou um problema no seu motor ao longo dos treinos livres.

O inglês Robert Huff conseguiu uma boa volta na sua última tentativa no Q3 e conseguiu a quarta posição, enquanto Tom Coronel e Alberto Cerqui, que ficaram separados apenas por 0,054s, fecharam os seis melhores do treino. Gabor Weber, Tiago Monteiro, Alain Menu e Pepe Oriola completaram os dez melhores do treino de qualificação.

Confira a grelha:

Pos Driver Team/Car Time Gap
 1.  Gabriele Tarquini     Lukoil SEAT          1m53.966s
 2.  Yvan Muller           Chevrolet            1m54.232s  + 0.266s
 3.  Norbert Michelisz     Zengo BMW            1m54.598s  + 0.632s
 4.  Rob Huff              Chevrolet            1m54.932s  + 0.966s
 5.  Tom Coronel           ROAL BMW             1m54.982s  + 1.016s
 6.  Alberto Cerqui        ROAL BMW             1m55.036s  + 1.070s
 7.  Gabor Weber           Zengo BMW            1m55.087s  + 1.121s
 8.  Tiago Monteiro        Tuenti SEAT          1m55.088s  + 1.122s
 9.  Alain Menu            Chevrolet            1m55.114s  + 1.148s
10.  Pepe Oriola           Tuenti SEAT          1m55.323s  + 1.357s
11.  Mehdi Bennani         Proteam BMW          1m55.488s  + 1.522s
12.  Aleksei Dudukalo      Lukoil SEAT          1m55.618s  + 1.652s
13.  Franz Engstler        Engstler BMW         1m55.811s  Q1
14.  Darryl O'Young        Special Tuning SEAT  1m55.842s  Q1
15.  Alex MacDowall        bamboo Chevrolet     1m55.891s  Q1
16.  Stefano D'Aste        Wiechers BMW         1m55.892s  Q1
17.  James Thompson        TMS Lada             1m55.926s  Q1
18.  Charles Ng            Engstler BMW         1m56.080s  Q1
19.  Tom Boardman          Special Tuning SEAT  1m56.260s  Q1
20.  Pasquale di Sabatino  bamboo Chevrolet     1m56.499s  Q1
21.  James Nash            Arena Ford           1m56.554s  Q1
22.  Tom Chilton           Arena Ford           1m57.117s  Q1

Tiago Monteiro: “Será um prazer voltar à ficção do Michel Vaillant em Portimão”

Tiago Monteiro em banda-desenhada

O mítico personagem de banda desenhada, Michel Vaillant vai estrear-se no WTCC este fim de semana pelas mãos do Chevrolet Cruze de Alain Menu.

A personagem ganhou vida na década de 50 e tornou-se referência enquanto piloto de F1. Tiago teve mesmo a oportunidade de se defrontar com ele enquanto esteve no mundial de F1: “É bastante curioso e interessante. Será a segunda vez que me vou encontrar com Michel Vaillant. É uma personagem admirada por todos os pilotos e com histórias únicas. Vai ser uma corrida muito especial e diferente para o público“, disse.

No Grande Prémio de F1 da China que deu origem ao livro “China Moon”, Tiago integrou a banda desenhada de Michel Vaillant: “É curioso vermos a nossa imagem enquanto pilotos ser referenciada num livro tão prestigiado como são todos aqueles que Jean Graton produz. Sinto-me honrado e será por isso um enorme prazer voltar a esta ficção em Portimão“, disse.

Para além do personagem, Tiago terá ainda a oportunidade de estar com o grande inventor de um dos mais bem sucedidos livros de banda desenhada da história: Jean Graton. O autor francês vai estar em Portimão para viver de perto todas as emoções da corrida.

 

Tiago Monteiro ainda sem o novo motor no Algarve

Tiago Monteiro

Más notícias para Tiago Monteiro que no Algarve, próxima prova do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo, não irá ainda ter montado no seu SEAT o novo motor, apesar de lhe ter sido dito anteriormente que isso iria acontecer. Desta forma, o piloto português passa a ser o único piloto da SEAT que não terá o novo motor, pois até Tom Boardman já o irá ter, estreando-o no Algarve.

Ainda assim, e depois de em 2010, Tiago Monteiro ter sido a grande estrela depois de uma brilhante vitória na frente do seu público, este ano, o piloto português continua focado em dar o seu melhor, mas sobretudo num bom espetáculo. Com as condições que tem, vai ser complicado vencer, mas não impossível.

As últimas corridas têm sido bastante positivas para Tiago que tem conseguido intrometer-se entre o grupo da frente e registado bons resultados. Numa pista que aprecia e onde vai poder contar com o incondicional apoio dos familiares, amigos e fãs, o piloto português tem assim uma motivação extra: “Correr em Portugal tem sempre um carisma diferente pese embora a minha postura em pista seja sempre a mesma. Claro que gostava de vencer novamente, mas tenho de ser realista, é uma tarefa quase impossível. Mas, de certeza que vou estar na luta e que não vou dar tréguas. Estou centrado em fazer o melhor possível“, começou por explicar.

O traçado de Portimão é conhecido pelo seu nível de exigência mas Tiago não vê isso como um problema nem mesmo as altas temperaturas que se esperam nos dois dias de evento: “O Circuito é muito rápido mas aquilo que mais o caracteriza são mesmo as curvas cegas. Por mais voltas que se faça à pista nunca nos habituamos a essas curvas. É uma pista desafiadora que leva os pilotos ao limite. São esperadas temperaturas elevadas mas acho que tanto eu como os outros pilotos já estamos habituados a correr em Portugal nessas condições“, concluiu.

Esta é muitas outras iniciativas vão preencher todo o fim de semana, mas quem não se poder deslocar ao Autódromo do Algarve poderá assistir a toda a competição através do Eurosport mas sobretudo através da RTP, que vai transmitir em direto ambas as corridas.

Stefano D’Aste estreia-se a vencer no WTCC; Tiago Monteiro fura quando estava nos pontos

Stefano D’Aste

Demorou, mas Stefano D’Aste enfim venceu no Campeonato Mundial de Carros de Turismo. No certame desde que ele foi recriado, em 2005, o piloto de 38 anos nunca havia subido ao degrau mais alto do pódio. O feito, inédito, foi conquistado neste domingo, em Salzburg, na Áustria, na segunda corrida da sexta ronda dupla da temporada de 2012.

A vitória foi dramática, conquistada apenas na reta de chegada. No oitava volta, Alain Menu bateu forte na curva 9, que tem raio longo e é contornada em alta velocidade e, depois disso, Alex MacDowall, que deixaria a pista no mesmo lugar, acertou no carro abandonado de Menu.

Yvan Muller e Robert Huff, líderes, assumiram uma postura mais cautelosa após o acidente do suíço, e começaram a volta final em primeiro e segundo, respectivamente, cenário armado para mais uma festa da Chevrolet. A poucas curvas do fim, porém, o pneu dianteiro esquerdo de Muller o deixou na mão. Huff, então, assumiu a liderança da prova, mas também viu o dianteiro esquerdo furar.

Terceiro classificado, Tom Coronel, tentou a ultrapassagem, mas Huff o bloqueou na entrada da reta da meta. Veio, então, D’Aste, que beneficiando da disputa de Huff com Coronel, passou ambos por fora para terminar com a vitória. Os três ficaram separados por menos de meio segundo.

O espanhol Pepe Oriola, que não teve a hipótese de entrar nesta confusa da última volta, finalizou na quarta posição, seguido pelo húngaro Norbert Michelisz. Tiago Monteiro, Gabriele Tarquini e Aleksei Dudulako, pole-position, também tiveram furos nos seus respectivos pneus dianteiros esquerdos.

A classificação do campeonato segue com o nome de Yvan Muller na liderança, porém, Huff aproximou-se, com o inglês agora a estar a apenas oito pontos. Menu é o terceiro classificado, com 175.

Confira os resultados:

Pos Driver Team/Car Time/Gap
 1.  Stefano D'Aste        Wiechers BMW      17m58.529s
 2.  Rob Huff              Chevrolet           + 0.377s
 3.  Tom Coronel           ROAL BMW            + 0.494s
 4.  Pepe Oriola           Tuenti SEAT         + 4.103s
 5.  Norbert Michelisz     Zengo BMW           + 4.929s
 6.  Mehdi Bennani         Proteam BMW         + 5.432s
 7.  Alberto Cerqui        ROAL BMW            + 5.786s
 8.  Yvan Muller           Chevrolet           + 6.464s
 9.  Franz Engstler        Engstler BMW        + 6.474s
10.  James Nash            Arena Ford          + 9.056s
11.  Tom Chilton           Arena Ford         + 12.980s
12.  Gabor Weber           Zengo BMW          + 15.659s
13.  Charles Ng            Engstler BMW       + 37.399s
14.  Aleksei Dudukalo      Lukoil SEAT          + 1 lap
15.  Pasquale di Sabatino  bamboo Chevrolet     + 1 lap
16.  Gabriele Tarquini     Lukoil SEAT          + 1 lap

Retirements:

     Alain Menu            Chevrolet             7 laps
     Alex MacDowall        bamboo Chevrolet      7 laps
     Tiago Monteiro        Tuenti SEAT           7 laps