Jenson Button lidera 1-2 da McLaren no primeiro treino livre

Jenson Button

A chuva foi a protagonista do primeiro treino livre do fim de semana do GP da Alemanha de F1, nesta sexta-feira, em Hockenheim. Ainda que o volume de água não tenha encharcado o asfalto alemão, facto é que as condições de pista ficaram muito comprometidas para a execução de um cronograma normal de testes para pilotos e equipas. Na tabela de tempos, Jenson Button deu sorte ao registar uma boa marca antes da chuva e, com 1:16:595, assinalou a melhor volta.

No fim do treino, Lewis Hamilton assegurou a dobradinha da McLaren no circuito germânico. Com 1:17:093, o quarto classificado do Mundial de Pilotos foi quem mais se aproximou da marca de Button e fechou em segundo. Fernando Alonso também aproveitou a secagem da pista nos minutos finais e terminou a manhã em terceiro. Michael Schumacher e Sergio Pérez fecharam o top 5.

A execução do primeiro treino livre para o GP da Alemanha começou com o céu bastante nublado em Hockenheim. A ameaça de chuva era real, e a água poderia vir a qualquer momento. Desta forma, todos os pilotos foram rapidamente à pista no início da sessão, ainda que para a realização de voltas de aquecimento e reconhecimento dos respectivos carros e do asfalto alemão.

Apenas Kamui Kobayashi, usando os pneus duros experimentais levados pela Pirelli para o circuito, anotou volta cronometrada nos primeiros minutos. Usando um sensor aerodinâmico que mais parecia uma grelha, o nipónico cravou 1:55:569, tempo altíssimo em comparação com o recorde da pista, que é de 1:13:780, de Kimi Räikkönen, em 2004.

O tempo de Kamui, como era esperado, caiu rapidamente. Button, com 1:16:595, assumiu a liderança do treino logo que fez a sua primeira volta rápida, muito à frente dos adversários da grelha. Para se ter uma ideia, o tempo de Grosjean, segundo classificado àquela altura, com 20 minutos de sessão, era 1,767s mais lento.

Com 25 minutos de sessão, a chuva, que antes só ameaçava, finalmente deu as caras no circuito de Hockenheim. Todo mundo que estava no treino enfrentou dificuldades para controlar os respectivos carros. A própria organização da prova declarou a pista como molhada.

Mas o volume de água não foi suficiente para encharcar a pista, pelo contrário. Logo o asfalto secou de vez, e o treino seguiu o seu ritmo normal, com Massa conseguindo melhorar o seu tempo e, com 1:19:274, subiu para quinto, atrás de Button, Grosjean, Pérez e do surpreendente Bottas. No outro extremo da tabela, Räikkönen, Maldonado, Pic, Hülkenberg, Vettel, Alonso e Schumacher nem sequer haviam completado voltas cronometradas.

Pouco tempo depois, a chuva voltou a apertar e deixou a pista bastante húmida e escorregadia, comprometendo o cronograma de pilotos e equipas. Os poucos que se arriscavam a deixar as boxes e ir para a pista enfrentavam problemas para manter o carro equilibrado. A sessão vinha num ritmo bem mais lento que o habitual, mesmo para um primeiro treino livre, geralmente o mais modorrento do fim de semana.

No ‘chove não molha’ de Hockenheim, a pista novamente secou. Sem água, mas com muitas nuvens negras nas cercanias do autódromo germânico,  praticamente todos os pilotos deixaram as boxes, muitos deles iniciando os treinos ‘pra valer’. Muita gente conseguiu realizar bons tempos, como Daniel Ricciardo, Maldonado e Hülkenberg, derrubando Massa de quinto para oitavo.

Na sequência, Alonso estabeleceu uma ótima marca. Com pneus médios, o espanhol anotou 1:17:795 e saltou para a segunda posição, mas ainda distante 1,2s do tempo de Button, que seguia soberano na frente graças à volta feita antes da chuva em Hockenheim. Hamilton também melhorou e cravou 1:17:926, subindo para terceiro.

Faltando 26 minutos para o fim da sessão, a chuva voltou a dar as caras. Com a pista novamente húmida, Kobayashi, que seguia com um cronograma de treinos bem diferente, deixou as boxes usando pneus intermédios, identificados pela cor verde. Minutos depois, foi a vez de Massa ir para a pista para avaliar as condições do asfalto alemão, cada vez mais molhado.

Percebendo que não haveria oportunidade de prosseguir com um treino produtivo dali por diante, Massa recolheu para as boxes e esperou pela chuva passar. Com o aumento momentâneo do volume de água na pista, ficou tudo muito claro que o tempo de Button não seria superado em Hockenheim.

Só que, no fim do treino, mais uma vez as condições de pista mudaram de maneira significativa com a secagem da pista, e vários pilotos melhoraram as suas marcas. A começar pelo próprio Massa, que anotou 1:18:310 e subiu para oitavo. Ainda que a marca de Button fosse praticamente imbatível, os adversários estavam cada vez mais próximos. Primeiro foi Schumacher, que anotou 1:17:382, subindo para segundo. E logo depois, Alonso bateu o heptacampeão e ficou a 0,775s do britânico da McLaren. Felipe, por sua vez, continuava a baixar o seu tempo, rompendo a barreira dos 1min18s.

Quem mais chegou perto do tempo de Button foi exatamente o seu companheiro de equipa. Nos minutos finais do treino, Hamilton cravou 1:17:093 e ficou a 0,498s do tempo do parceiro de McLaren. Mas não havia tempo para mais nada, e Jenson acabou por ficar com a ponta do primeiro treino em Hockenheim.

Confira os tempos:

Pos  Driver                Team                    Time              Laps
 1.  Jenson Button         McLaren-Mercedes        1m16.595            27
 2.  Lewis Hamilton        McLaren-Mercedes        1m17.093s  + 0.498  22
 3.  Fernando Alonso       Ferrari                 1m17.370s  + 0.775  21
 4.  Michael Schumacher    Mercedes                1m17.382s  + 0.787  20
 5.  Sergio Perez          Sauber-Ferrari          1m17.413s  + 0.818  28
 6.  Nico Hulkenberg       Force India-Mercedes    1m17.599s  + 1.004  17
 7.  Nico Rosberg          Mercedes                1m17.915s  + 1.320  27
 8.  Felipe Massa          Ferrari                 1m17.995s  + 1.400  22
 9.  Pastor Maldonado      Williams-Renault        1m18.020s  + 1.425  20
10.  Romain Grosjean       Lotus-Renault           1m18.130s  + 1.535  21
11.  Kamui Kobayashi       Sauber-Ferrari          1m18.226s  + 1.631  22
12.  Sebastian Vettel      Red Bull-Renault        1m18.339s  + 1.744  21
13.  Valtteri Bottas       Williams-Renault        1m18.422s  + 1.827  28
14.  Daniel Ricciardo      Toro Rosso-Ferrari      1m18.709s  + 2.114  30
15.  Kimi Raikkonen        Lotus-Renault           1m18.831s  + 2.236  14
16.  Jules Bianchi         Force India-Mercedes    1m18.972s  + 2.377  21
17.  Jean-Eric Vergne      Toro Rosso-Ferrari      1m19.039s  + 2.444  34
18.  Vitaly Petrov         Caterham-Renault        1m19.674s  + 3.079  24
19.  Heikki Kovalainen     Caterham-Renault        1m19.963s  + 3.368  24
20.  Mark Webber           Red Bull-Renault        1m20.122s  + 3.527  27
21.  Charles Pic           Marussia-Cosworth       1m20.169s  + 3.574  20
22.  Timo Glock            Marussia-Cosworth       1m20.539s  + 3.944  18
23.  Pedro de la Rosa      HRT-Cosworth            1m21.138s  + 4.543  24
24.  Dani Clos             HRT-Cosworth            1m21.740s  + 5.145  27

Posted on 20 de Julho de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: