Lewis Hamilton lidera treino marcado pelo acidente de Bruno Senna

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton deu a primeira alegria para os adeptos britânicos nesta chuvosa sexta-feira no circuito de Silverstone. O piloto da McLaren fez uma volta perfeita, bateu Kamui Kobayashi em 0,129s e, com o tempo de 1:56:345, cravou o melhor tempo do dia ao liderar a segunda sessão de treinos livres do GP da Inglaterra. Correndo em casa, Lewis completou apenas oito voltas, o suficiente para superar com tranquilidade a marca do nipónico da Sauber. Michael Schumacher foi o terceiro.

A sessão foi marcada também pelo forte acidente sofrido por Bruno Senna na saída da curva Brooklands. Como tem sido até frequente neste ano, o brasileiro bateu o seu carro ao perder o controlo da FW34 na encharcada Silverstone e praticamente destruiu o carro. Contudo, o brasileiro passou bem, esta é a sua primeira experiência oficial a correr com um F1 no tradicional circuito britânico.

Nico Rosberg finalizou a sessão em quarto, seguido por Sergio Pérez. Jenson Button foi o sexto e terminou à frente de um ótimo Heikki Kovalainen. O seu compatriota, Kimi Räikkönen foi o oitavo, enquanto Nico Hülkenberg e Fernando Alonso, que bateu no mesmo ponto de Senna, mas no fim do treino, completaram os dez primeiros. Felipe Massa terminou em 15º, duas posições à frente de Senna.

Romain Grosjean, que liderou a não menos caótica primeira sessão, não marcou volta rápida à tarde, assim como Daniel Ricciardo, segundo classificado pela manhã, Mark Webber e Pedro de la Rosa, que nem sequer foi à pista.

A segunda sessão de treinos livres começou com a pista bem mais encharcada em relação ao primeiro treino em Silverstone. Nos primeiros dez minutos, foram poucos os que se aventuraram até mesmo a realizar voltas de instalação, como Alonso e Räikkönen. Timo Glock foi o primeiro a cronometrar volta e registou a sua primeira marca na casa de 2min11. E4 seguida, o alemão da Marussia melhorou o seu tempo e baixou para 2:10:700.

Senna teve o seu primeiro contacto com a molhada Silverstone guiando pela Williams no treino da tarde desta sexta-feira. O brasileiro tinha a intenção de acumular quilometragem, até porque não participou da primeira sessão de treinos, sendo substituído por Valtteri Bottas. Na sua primeira volta, Bruno realizou 2:10:215, mas logo foi instruído pela sua equipa para recolher de volta às boxes, uma vez que não havia forma de um treino ser proveitoso com a pista em condições tão críticas.

Desde que Senna e Glock voltaram para às boxes, com 15 minutos de sessão, nenhum piloto foi à pista. Uma das razões é a limitação de uso dos pneus de chuva. Os compostos de chuva intensa, os azuis, que foram usados no primeiro treino livre, são limitados a três jogos por piloto, enquanto a Pirelli disponibiliza quatro conjuntos de pneus intermédios, identificados na cor verde.

Só pouco mais de meia hora depois, quando faltavam 43 minutos para o fim do treino, Silverstone ouviu novamente o ronco de um carro de F1 quando Kamui Kobayashi deixou às boxes. Mesmo com a pista bastante molhada, o nipónico da Sauber não se intimidou. E na sua primeira passagem, o piloto já indicou que a pista estava muito melhor em relação ao início da sessão e anotou 2:04:198, 6,017s mais rápido que Senna. Pic, Pérez e Massa também deixaram as boxes.

Alonso também deixou as boxes, mas diferente dos outros pilotos, arriscou e decidiu guiar com pneus intermédios, identificados pela cor verde, mas as condições da pista ainda não permitiam um bom rendimento com tal tipo de composto.

Pérez, provando a melhoria da pista, reduziu bem a sua marca e marcou 2:00:395. Entretanto, foi Kobayashi o primeiro da tarde a romper a barreira dos 2min e registou 1:59:405 quando faltavam 36 minutos para o fim do treino. Na sequência, Pérez respondeu à altura e foi 0,316s mais rápido que seu companheiro de Sauber, que deu o troco segundos depois ao estabelecer 1:58:894, voltando a ter o melhor tempo do treino.

Graças à melhoria da pista, pouco a pouco os pilotos foram-se arriscando na tentativa de baixar os seus respectivos tempos. Depois de ter melhorado a sua marca e ter estabelecido o sexto melhor tempo, com 2:01:099, 2,205s atrás de Kobayashi, Senna perdeu o controlo do seu Williams na saída da curva Brooklands e bateu forte no muro, destruindo o carro. Via rádio, o brasileiro reconheceu o seu erro e pediu desculpas à Williams. Por conta do incidente, a direção de prova acionou a bandeira vermelha e interrompeu a execução do treino.

Dez minutos depois da interrupção do treino, a direção de prova acionou a bandeira verde, e com ela, vários pilotos foram à pista quando faltavam pouco mais de 20 minutos para o fim da sessão. E logo na sua primeira passagem após a bandeira vermelha, Kobayashi melhorou o seu tempo e anotou 1:57:613. Nico Rosberg, que pouco havia aparecido nesta sexta, fez 1:58:237. Na sequência, Michael Schumacher superou o colega de Mercedes e subiu para segundo na sua primeira volta cronometrada em Silverstone.

Alonso, ainda com pneus intermédios, percebeu que os compostos de chuva forte eram mais adequados à pista naquele momento. Na sua primeira volta, o bicampeão do mundo anotou 2:03:380, mas melhorou de seguida ao marcar 2:00:827. Quem também melhorou foi Kobayashi, que cravou as três melhores parciais do treino e registou 1:56:474, então a melhor marca do dia.

Mas Hamilton, correndo em casa, relegou o nipónico depois de completar apenas quatro voltas. Provando ter um carro bem acertado numa pista que estava a melhorar, mas ainda tinha muitas poças de água, Lewis realizou 1:56:345 e virou o dono do melhor tempo de sexta-feira no lendário circuito de Silverstone.

O primeiro setor de Silverstone estava um pouco menos molhado, e isso encorajou outros pilotos, além de Alonso, a andar com os pneus intermédios. Vettel e Webber, por exemplo, foram à pista com esse tipo de composto, que se mostrou ineficiente nos setores 2 e 3.

No fim das contas, Hamilton ficou mesmo com o melhor tempo do dia. O britânico foi seguido por Kobayashi, Schumacher, Rosberg e Sergio Pérez. Outro piloto da casa, Jenson Button, que jamais venceu em Silverstone, foi o sexto, seguido por um surpreendente Heikki Kovalainen, da Caterham. O seu compatriota, Kimi Räikkönen foi o oitavo, enquanto Nico Hülkenberg e Fernando Alonso fecharam o top-10.

Já com o cronómetro a zeros, Alonso, na saída da Brooklands, cometeu erro parecido com o de Senna, perdeu o controlo do seu Ferrari (calçado com pneus intermédios) e bateu na barreira de pneus. Entretanto, o espanhol estava em velocidade reduzida, e dessa forma, os estragos no F2012 foram bem menores que os do FW34 de Bruno.

Confira os tempos:

Pos Driver Team Time Laps
 1.  Lewis Hamilton        McLaren-Mercedes       1m56.345s            8
 2.  Kamui Kobayashi       Sauber-Ferrari         1m56.474s  + 0.129  15
 3.  Michael Schumacher    Mercedes               1m56.545s  + 0.200  11
 4.  Nico Rosberg          Mercedes               1m56.567s  + 0.222   9
 5.  Sergio Perez          Sauber-Ferrari         1m57.493s  + 1.148  13
 6.  Jenson Button         McLaren-Mercedes       1m57.948s  + 1.603   9
 7.  Heikki Kovalainen     Caterham-Renault       1m58.580s  + 2.235  10
 8.  Kimi Raikkonen        Lotus-Renault          1m58.897s  + 2.552   8
 9.  Nico Hulkenberg       Force India-Mercedes   1m58.943s  + 2.598  11
10.  Fernando Alonso       Ferrari                1m59.015s  + 2.670  14
11.  Paul di Resta         Force India-Mercedes   1m59.429s  + 3.084   9
12.  Pastor Maldonado      Williams-Renault       1m59.472s  + 3.127   6
13.  Sebastian Vettel      Red Bull-Renault       1m59.476s  + 3.131  10
14.  Jean-Eric Vergne      Toro Rosso-Ferrari     1m59.854s  + 3.509   7
15.  Felipe Massa          Ferrari                2m00.565s  + 4.220   7
16.  Timo Glock            Marussia-Cosworth      2m00.820s  + 4.475  11
17.  Bruno Senna           Williams-Renault       2m01.099s  + 4.754   6
18.  Vitaly Petrov         Caterham-Renault       2m01.348s  + 5.003  12
19.  Charles Pic           Marussia-Cosworth      2m03.719s  + 7.374   8
20.  Narain Karthikeyan    HRT-Cosworth           2m04.774s  + 8.429   8
21.  Romain Grosjean       Lotus-Renault                               1
22.  Daniel Ricciardo      Toro Rosso-Ferrari                          2
23.  Mark Webber           Red Bull-Renault                            1
24.  Pedro de la Rosa      HRT-Cosworth
Anúncios

Posted on 6 de Julho de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: