Pódio é a meta traçada para este fim-de-semana para a Rodrive

Rui Lapa e Matheus Stumpf

Pela primeira vez o Campeonato Iber GT vai marcar presença no traçado do Motorland em Aragon, uma pista nova para quase todos os pilotos desta competição e a dupla da Rodrive, Rui Lapa e Matheus Stumpf não foge à regra. Ainda assim, depois de ver o que se passou no Algarve e em Jarama, onde só por manifesta falta de sorte a formação nacional não conseguiu subir ao pódio, desta vez no circuito espanhol o objectivo volta a ser esse, terminar entre os três primeiros.

Se na prova anterior os pilotos visitaram um dos mais antigos traçados europeus, Jarama, desta vez passam para um dos mais recentes, o Motorland. Com mais de cinco quilómetros, a pista de Aragon é normalmente bastante rápida, o que Rui Lapa acredita pode ser bom para o Ford GT GT3. “Como vimos no Algarve, outra pista bastante rápida, o nosso carro adapta-se bem a traçados com essas características e acredito que agora o mesmo vai suceder”, diz a abrir o piloto nacional. “É verdade que também em Jarama estivemos fortes e apenas alguma falta de sorte nos impediu de alcançar a meta que tínhamos traçado, que passava pelo pódio. Agora eu e o Matheus sentimos que isso volta a ser possível”, afirma.

O trabalho de equipa tem sido fundamental para o bom desempenho dos pilotos e o mesmo vai suceder agora em Aragon. “Como se viu nas corridas anteriores o trabalho que fizemos na pré-temporada tem dado frutos, temos sido bastante rápidos nas trocas e estou confiante que o mesmo vai suceder de novo. Vão ser também importantes as duas sessões de treinos livres no sábado de manhã, uma vez que serão fundamentais para encontrarmos o melhor acerto para o carro e também para ficarmos a conhecer bem a configuração da pista escolhida para esta jornada. O resultado deste trabalho matinal terá depois reflexo na qualificação e na corrida”, continua Rui Lapa.

Com uma corrida de 2h10, tal como em Jarama, desta vez Lapa e Stumpf ainda não sabem se podem contar com a colaboração de David Saraiva. “De facto, neste momento ainda não temos a certeza se podemos contar com ele. Gostava que isso fosse possível, até porque com três pilotos a nível físico acaba por ser mais fácil, uma vez que estamos mais frescos. O David está a tentar reunir os apoios para estar connosco, mas só teremos uma decisão mais para o final da semana. Independentemente desse facto, o nosso objectivo é lutar pelo pódio e acredito que estão reunidas as condições para que isso aconteça”, finaliza Rui Lapa.

No Sábado de manhã, os pilotos terão duas sessões de treinos livres que servirão para a grande maioria ficar a conhecer o traçado do Motorland e também para os acertos dos carros, tendo em vista as sessões de qualificação de que decorrem da parte da tarde, todas com a duração de 15 minutos, a primeira às 15h05, a segunda às 16h25 e a última às 15h45, hora portuguesa. Domingo a corrida tem início às 11h35, igualmente hora nacional, com a duração de 2h10m.

Posted on 11 de Junho de 2012, in Campeonato de España Iber GT and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: