Felipe Massa: “Não faço a mínima ideia do que vou fazer na próxima temporada”

Felipe Massa

Felipe Massa sabe que terá um segundo semestre crucial para as suas pretensões de continuar na Ferrari e, principalmente, dar sequência à sua carreira na F1. Entre junho e novembro serão realizadas nada menos que 14 corridas, a começar pelo GP do Canadá, no próximo dia 10. No seu último ano de contrato, o brasileiro tem consciência de que apenas bons resultados vão garantir a sua permanência em Maranello em 2013.

No momento, Felipe soma apenas dez pontos em seis corridas, tendo como melhor resultado o bom sexto lugar conquistado no GP de Mónaco. O seu desempenho no Principado amenizou parte das pesadas críticas vindas da imprensa, sobretudo a italiana, e deu indício de um começo de reação. Entretanto, somente um bom resultado no circuito Gilles Villeneuve durante o próximo fim de semana é que confirmará a evolução do brasileiro na  temporada.

Em entrevista concedida à imprensa alemã, Massa reconhece que há “uma hipótese de ficar na Ferrari” em 2013 e sabe que a sua permanência em Maranello só depende de si. “Tudo depende dos resultados que conseguir a partir de agora”, comentou o 14º lugar na temporada 2013.

O brasileiro, no entanto, reconhece que o seu futuro é incerto, tanto na Ferrari quanto na F1. “No momento, não faço a mínima ideia do que vou fazer na próxima temporada”, disse Felipe, deixando claro que, por enquanto, não faz planos sobre o que fazer enquanto a sua situação na escuderia italiana não for definida.

Por fim, Massa deixou claro que, se tiver de deixar a Ferrari para guiar por uma equipa pequena da grelha da F1 a hipótese de permanecer na categoria é bastante remota. “Tudo o que quero é ficar na F1 numa boa equipa. Se não conseguir fazer isso, mas tiver de mudar para uma equipa pequena [para continuar na F1], não sei se continuaria com isso tudo”, finalizou o piloto.

Não é só Felipe que considera incerto o seu futuro na Ferrari. Luca di Montezemolo, presidente da escuderia italiana, disse que ainda é cedo para tomar uma decisão sobre a permanência do brasileiro e que só conversará sobre tal assunto no segundo semestre de 2012. Entretanto, o mandatário já garantiu que não pretende contar com Sergio Pérez para a próxima temporada. O mexicano tem sido apontado como um dos sucessores em potencial do brasileiro na equipa de Maranello. Outros nomes também aparecem com relativo destaque nas especulações sobre um eventual futuro na Ferrari, como Paul di Resta e Mark Webber.

Posted on 4 de Junho de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: