Johnny Cecotto Jr. alcança primeira vitória de sempre na GP2

Marcus Ericsson (2º), Johnny Cecotto Jr. (1º), Giedo van der Garde (3º)

A Venezuela está mesmo em grande fase no automobilismo. Não bastasse a vitória épica de Pastor Maldonado no GP da Espanha, há duas semanas, em Barcelona, desta vez foi Johnny Cecotto conseguiu o feito de fazer o hino do seu país tocar no pódio. Nesta sexta-feira, no Mónaco, o jovem de 22 anos, e nascido em Augsburg, na Alemanha, resistiu à pressão imposta por Marcus Ericsson para alcançar a primeira vitória da sua carreira na categoria. Antes, jamais o germano-venezuelano não havia sequer conquistado um pódio na GP2.

Cecotto coroa assim um fim de semana até então perfeito. O piloto do carro de número 1 liderou o único treino livre e garantiu a pole-position, fator que acabou por ser fundamental para a vitória, visto que o Mónaco é circuito dos mais difíceis para fazer uma ultrapassagem. A Addax também segue a sua rotina de vitórias no Principado. A equipa espanhola já venceu em 2010, com Sergio Pérez, e também no ano passado, com Charles Pic.

O latino-americano jamais teve sossego nas 42 voltas da corrida desta sexta. Desde o início, Johnny foi pressionado por Ericsson e por Giedo van der Garde, que ultrapassaram o segundo lugar da grelha, Max Chilton, na partida. Daí, o que se viu foi uma verdadeira procissão, com carros andando em fila indiana, mas sem muitas tentativas de ultrapassagem, o que é incomum para uma categoria competitiva como a GP2.

As primeiras posições seguiram inalteradas até o fim da corrida. Van der Garde não conseguiu aproximar-se dos líderes e teve de se contentar com o degrau mais baixo do pódio. A disputa pela vitória ficou mesmo entre Cecotto e Ericsson, mas o venezuelano conseguiu manter a dianteira para celebrar a primeira vitória da carreira, tendo Marcus e Van der Garde ao seu lado no lendário pódio monegasco.

Depois de Pastor Maldonado, Johnny Cecotto Jr elevou a Venezuela ao lugar mais alto do pódio

Davide Valsecchi atrasou ao máximo a sua paragem nas boxes e teve êxito na sua estratégia. Vendo que seria difícil ganhar posições na pista, o italiano, líder do campeonato, usou a tática e ganhou nada menos que três posições, terminando a corrida em quarto. Chilton não teve uma corrida das mais felizes, mas ainda assim garantiu a zona de pontuação ao cruzar a linha de chegada na quinta posição.

Jolyon Palmer foi o sexto, seguido pelo compatriota, o britânico James Calado, da Lotus. Stéphane Richelmi terminou em oitavo e garantiu na pole da etapa complementar da GP2 no Mónaco, no sábado. Nathanaël Berthon e Stefano Coletti terminaram em nono e décimo lugares, respectivamente.

Com o resultado desta sexta-feira, Valsecchi tem agora 37 pontos de vantagem para Razia e está ainda mais confortável na liderança da GP2. Agora o italiano soma 141 pontos, contra 104 do brasileiro. James Calado e Giedo van der Garde têm o mesmo número de pontos, 75, enquanto Max Chilton acumula 67.

Confira os resultados:

Pos Driver Team Time/Gap
 1.  Johnny Cecotto       Addax                59m42.521s
 2.  Marcus Ericsson      iSport                 + 0.564s
 3.  Giedo van der Garde  Caterham               + 5.040s
 4.  Davide Valsecchi     DAMS                  + 16.347s
 5.  Max Chilton          Carlin                + 17.378s
 6.  Jolyon Palmer        iSport                + 21.883s
 7.  James Calado         Lotus                 + 25.685s
 8.  Stephane Richelmi    Trident               + 42.275s
 9.  Nathanael Berthon    Racing Engineering    + 45.319s
10.  Stefano Coletti      Coloni                + 47.099s
11.  Tom Dillmann         Rapax                 + 51.285s
12.  Simon Trummer        Arden               + 1m04.054s
13.  Rodolfo Gonzalez     Caterham            + 1m21.395s
14.  Rio Haryanto         Carlin              + 1m23.537s
15.  Luiz Razia           Arden               + 1m23.639s
16.  Victor Guerin        Ocean                   + 1 lap
17.  Felipe Nasr          DAMS                    + 1 lap
18.  Fabio Leimer         Racing Engineering      + 1 lap
19.  Fabrizio Crestani    Lazarus                 + 1 lap
20.  Ricardo Teixeira     Rapax                   + 1 lap
21.  Julian Leal          Trident                + 2 laps
22.  Giancarlo Serenelli  Lazarus                + 2 laps

Retirements:

     Esteban Gutierrez    Lotus                   37 laps
     Nigel Melker         Ocean                   32 laps
     Fabio Onidi          Coloni                  26 laps
     Josef Kral           Addax                    0 laps

Posted on 25 de Maio de 2012, in GP2 Series and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: