Romain Grosjean confirma boa forma da Lotus com o melhor tempo da manhã

Romain Grosjean

Tudo azul, preto e dourado em Mugello na manhã desta quarta-feira. Depois de uma terça-feira de muita chuva e pouca atividade na pista, principalmente no período da tarde, dessa vez não houve variação climática que impedisse um bom aproveitamento da séries de testes no circuito italiano. Com céu azul na maior parte da manhã, Romain Grosjean não teve dificuldades para anotar a melhor marca da semana até o momento. O franco-suíço, em boa fase depois do pódio conquistado no Bahrein, anotou 1:21:603 com o ótimo Lotus E20.

O tempo de Romain foi 0,394s mais rápido que a marca estabelecida por Mark Webber. O australiano, que revelou estar totalmente satisfeito com Mugello, a ponto de escrever no Twitter que “completar dez voltas no circuito é o mesmo que mil em Abu Dhabi em termos de satisfação”, foi o segundo colocado antes da pausa para o almoço.

Felipe Massa teve um treino livre de problemas. O brasileiro da Ferrari deu sequência à avaliação aerodinâmica que a escuderia faz com os sistemas de escape do F2012. Com o asfalto em melhores condições, Felipe anotou 1:22:257, tempo cerca de 0,2s mais rápido que a melhor volta estabelecida por Fernando Alonso, dono da melhor marca da terça-feira, 1:22:444.

Antes de entregar a condução do STR7 a Daniel Ricciardo, Jean-Éric Vergne encerrou a sua participação nos treinos em Mugello com o quarto melhor tempo da sessão. O rookie da Toro Rosso marcou 1:22:422, apenas 0,002s mais rápido que Kamui Kobayashi, que também completa nesta quarta o seu último dia de treinos em Mugello pela Sauber.

Michael Schumacher foi, de longe, quem mais acumulou quilometragem em Mugello nesta manhã. Visando compensar o tempo perdido na tarde da última terça-feira, quando nem sequer completou uma volta cronometrada por conta da tempestade que desabou no circuito italiano, o heptacampeão do mundo registou nada menos que 74 voltas, ou pouco mais de 388 km, distância maior que a de um GP. Na sua melhor passagem, o veterano da Mercedes anotou 1:23:404, assegurando o sétimo tempo.

Destaque para Charles Pic, sétimo lugar com a modesta Marussia. Claro que os testes não servem como referência, mas, ainda assim, a marca obtida pelo francês, que estreia neste ano na F1, foi muito boa. Pic terminou a manhã, e a sua participação em Mugello, à frente de Vitaly Petrov, da Caterham, e Gary Paffett, reserva da McLaren. Bruno Senna, que guia o Williams FW34 apenas nesta quarta-feira, completou o top-10. Paul di Resta enfrentou problemas com o carro da Force India e não cronometrou volta nesta manhã.

A sessão começou com a pista levemente úmida, ainda resultado das fortes chuvas da última terça-feira. Desta forma, todos os pilotos começaram o treino usando pneus intermédios.

As equipas deram sequência ao trabalho de testes das atualizações desenvolvidas para os respectivos carros. Enquanto a Ferrari avaliou a nova configuração dos tubos de escape, a Sauber, Force India, McLaren, Caterham e Red Bull fizeram avaliações aerodinâmicas, fazendo uso de sensores instalados nos carros.

Graças ao sol, que finalmente deu as caras em Mugello, a pista secou rápido e os pilotos tiveram a oportunidade de ter um treino de verdade nesta manhã. A primeira marca competitiva do primeiro período coube a Schumacher, que anotou 1:25:215 após um stint de três voltas. Mas não demorou muito para que Grosjean assumisse a ponta da sessão. Seu tempo fora 1,1s mais rápido que o do alemão da Mercedes.

Romain seguiu na pista e continuou uma sequência de voltas rápidas em Mugello. A sua marca foi rapidamente reduzida para 1:22:876, apenas 0,4s atrás do tempo estabelecido por Alonso na manhã de terça-feira. Enquanto Grosjean disparava na frente, Schumacher dedicava o seu treino à avaliação do desgaste dos pneus, enquanto Webber e Massa faziam testes aerodinâmicos.

Grosjean fez várias voltas alternando ritmo mais rápido com outras em velocidade mais baixa. O seu ritmo foi muito bom, com as melhores marcas a alcançarem a casa de 1min21. A sua volta mais rápida foi em 1:21:603. Apenas no fim da sessão é que Webber e Massa conseguiram andar um pouco mais próximos do ritmo imposto pelo piloto da Lotus.

Confira os tempos:

Pos Driver Team Time 
 1.  Romain Grosjean        Lotus-Renault           1m21.603s
 2.  Mark Webber            Red Bull-Renault        1m21.997s   + 0.294s
 3.  Felipe Massa           Ferrari                 1m22.257s   + 0.654s
 4.  Jean-Eric Vergne       Toro Rosso-Ferrari      1m22.422s   + 0.819s
 5.  Kamui Kobayashi        Sauber-Ferrari          1m22.424s   + 0.821s
 6.  Michael Schumacher     Mercedes                1m23.404s   + 1.801s
 7.  Charles Pic            Marussia-Cosworth       1m23.982s   + 2.379s
 8.  Vitaly Petrov          Caterham-Renault        1m24.312s   + 2.709s
 9.  Gary Paffett           McLaren-Mercedes        1m24.480s   + 2.877s
10.  Bruno Senna            Williams-Renault        1m25.221s   + 3.618s
11.  Paul di Resta          Force India-Mercedes    No time

Posted on 2 de Maio de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: