Fernando Alonso lidera manhã de testes em Mugello

Jerôme D'Ambrosio

Ainda é muito cedo para saber se a Ferrari deu um salto de qualidade com as atualizações desenvolvidas para o F2012, mas é inegável que o começo das atividades da escuderia em Mugello, circuito da sua propriedade, é bastante animador. Fernando Alonso completou 38 voltas na pista de 5.245 m e arrancou um tempo em 1:22:444 na sua melhor volta, durante uma sequência de mais de dez voltas, e liderou a primeira manhã de treinos coletivos no circuito italiano, nesta terça-feira. As atividades foram acompanhadas por uma grande quantidade de adeptos que aproveitaram o feriado mundial do Dia Internacional do Trabalho.

As principais alterações no F2012 não são facilmente visíveis. Trata-se de configurações diferentes dos tubos de escape, tão somente. Apenas no terceiro dia de testes, na quinta-feira, é que a Ferrari deverá usar todo o conjunto de atualizações, como mudanças na asa dianteira, sidepods, dispositivos aerodinâmicos laterais, e mudanças no chassi. Tudo visando o GP da Espanha, no próximo dia 13.

A marca estabelecida por Alonso foi 1,204s mais rápida que o tempo de Mark Webber, segundo classificado na manhã. O australiano, número 2 da Red Bull, fez 1:23:648 na melhor das suas 24 voltas em Mugello. Jean-Éric Vergne, da co-irmã Toro Rosso, completou o top-3 do período matinal no circuito italiano, que fica próximo à cidade de Florença.

Jérôme D’Ambrosio conquistou uma boa quarta posição com a Lotus. O belga foi seguido por Nico Rosberg, que só guiou pela manhã. No período da tarde, o alemão será substituído pelo compatriota Michael Schumacher no comando do W03. Kamui Kobayashi levou a Sauber à sexta posição. Oliver Turvey, reserva da McLaren, foi o sétimo, seguido por dois outros suplentes: Jules Bianchi, da Force India, e Rodolfo González, representante da Caterham nesta terça em Mugello. Charles Pic e Valtteri Bottas completaram a lista dos 11 pilotos que testaram nesta manhã.

A sessão iniciou, como previsto pela meteorologia, com pista levemente molhada. No início do treino, os pilotos fizeram uso dos pneus intermediários, mas as marcas foram caindo com a secagem do asfalto.

Os primeiros pilotos que se arriscaram na pista húmida de Mugello completaram poucas voltas, e alguns tiveram dificuldades para controlar os carros em tais condições. Vergne deu uma saída de pista, mas conseguiu regressar ao traçado, enquanto Alonso e Nico Rosberg, que guiou o W03 nesta manhã, não tiveram a mesma sorte. O espanhol ficou parado na curva 8 quase que ao mesmo tempo em que o piloto da Mercedes perdeu o controlo do carro prateado na curva 4. Bandeira vermelha em Mugello.

Cerca de 12 minutos depois, o treino foi retomado. Pouco a pouco, as marcas foram caindo, mas ainda eram bastante altas, superiores a 1min35s, sendo que todos ainda estavam fazendo uso dos pneus intermédios. Em condições de asfalto bastante peculiares, Alonso posicionou a Ferrari na frente ao marcar 1:34:905. Minutos depois, o espanhol mudou a abordagem do seu treino ao fazer testes aerodinâmicos com o F2012, mantendo uma velocidade contínua.

Como prova de que as condições da pista estavam a melhorar, Kobayashi baixou o tempo de Alonso e subiu para a frente ao marcar 1:34:178, ainda com a pista um pouco menos húmida. Por volta do meio-dia, horário local, praticamente todos os pilotos foram à pista, já com o asfalto praticamente seco. Desta forma, o que se viu foi uma reviravolta na tabela de tempos.

O primeiro a fazer uso dos pneus para pista seca foi Rosberg, que calço o seu Mercedes com compostos macios para registar 1:25:270 durante um stint de quatro voltas. Oliver Turvey, reserva da McLaren, Jules Bianchi, da Force India, Vergne e González também foram à pista. O francês da Toro Rosso assumiu a liderança ao marcar 1:24:497.

Até que Alonso voltou à pista e fez o suficiente para regressar à liderança. O espanhol iniciou um stint alternando voltas rápidas e lentas no circuito de Mugello. Logo na primeira passagem, o número 1 da Ferrari, fazendo uso dos pneus macios, anotou 1:23:947. Ainda havia margem para melhoria, e Fernando continuou a baixar a sua própria marca até que, no fim do primeiro período, o asturiano consolidou a liderança na Itália.

Confira os tempos:

Pos Driver Team Time 
 1.  Fernando Alonso        Ferrari                 1m22.444s
 2.  Mark Webber            Red Bull-Renault        1m23.648s  + 1.204s
 3.  Jean-Eric Vergne       Toro Rosso-Ferrari      1m23.891s  + 1.447s
 4.  Jerome d'Ambrosio      Lotus-Renault           1m24.048s  + 1.604s
 5.  Nico Rosberg           Mercedes                1m24.100s  + 1.656s
 6.  Kamui Kobayashi        Sauber-Ferrari          1m24.736s  + 2.292s
 7.  Oliver Turvey          McLaren-Mercedes        1m25.303s  + 2.859s
 8.  Jules Bianchi          Force India-Mercedes    1m25.475s  + 3.031s
 9.  Rodolfo Gonzalez       Caterham-Renault        1m27.197s  + 4.753s
10.  Charles Pic            Marussia-Cosworth       1m27.359s  + 4.915s
11.  Valtteri Bottas        Williams-Renault        1m29.179s  + 6.735s

Posted on 1 de Maio de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: