Vita4One BMW bate a Mercedes e vence primeira corrida de Zolder

Michael Bartels e Yelmer Buurman

O Vita4One Racing Team BMW estreou-se hoje a vencer no Campeonato do Mundo FIA GT1 numa corrida empolgante que esteve embrenhada em grande indefinição até aos seus momentos finais.

A Corrida de Qualificação iniciou-se com a pista bastante molhada, tendo o Lamborghini Gallardo LP600 GT3 #25 da Reiter Engineering, pilotado por Peter Kox, aproveitado a penalização de dois lugares na grelha de partida do Porsche 911 GT3 R que tinha alcançado a pole-position para assumir a liderança.

O holandês da marca transalpina dominou os momentos iniciais da prova, mas acabou por ser também penalizado, no seu caso com um Drive-Through, devido a falsa partida, o que deixou o Audi R8 LMS ultra #33 da Belgian Audi Club WRT no comando.

Parecia que a formação do construtor de Ingolstadt poderia manter a invencibilidade neste início de temporada, mas com a pista a secar, acabou por cometer um erro capital aquando das paragens nas boxes, ao manter pneus de chuva nos seus carros, enquanto todos os seus adversários montavam slicks.

Cedo ficou evidente que as borrachas para seco seriam as necessárias, e os Audi R8 LMS ultra viram-se obrigados a realizar um pit-stop extra, o que os atirou para fora das primeiras posições.

Foi então a vez de a Mercedes passar a dominar a corrida, através do SLS AMG GT3 pilotado por Markus Winkelhock, muito embora o BMW Z4 GT3 #18 do Vita4One Racing Team BMW se aproximasse perigosamente do carro da All-inkl.com Münnich Motorsport, levando no seu encalço o outro carro de Estugarda – #37, então pilotado por Tomas Jäger.

Esperava-se uma intensa luta pela vitória entre os três carros, mas quando Michael Bartels (BMW) preparava o seu ataque, o Mercedes SLS AMG GT3 #38 reduziu substancialmente o seu andamento devido a problemas no acelerador, caindo para o sexto posto final.

Passou-se a assistir a um vigoroso duelo entre a BMW e a Mercedes, tendo Jäger tentado de todas as formas desfeitear Bartels, que faz equipa com Yelmer Buurman, mas este manteve-se imperturbável, oferecendo à marca bávara a sua primeira vitória no Campeonato do Mundo FIA GT1. “Tivemos um fim-de-semana difícil em Nogaro, onde marcámos apenas um ponto, é, portanto, bom para a equipa, depois de todo o trabalho e das longas noites. É uma boa vitória. Sabe muito bem vencer, mas espero que amanhã possamos repetir o resultado na Corrida do Campeonato. Dessa forma, poderíamos marcar muitos pontos”, afirmou o piloto alemão da BMW.

Nicky Pastorelli, o colega de equipa de Markus Winkelhock no Mercedes #38, preferiu sublinhar a competitividade do SLS AMG GT3 na pista de Zolder: “Este traçado parece ser muito bom para este carro e esperamos que seja assim noutros circuitos. Jogámos um pouco com as afinações, tendo em vista as condições climatéricas, e isso significou algumas dificuldades no início mas, assim que a pista começou a secar, ficámos muito rápidos”.

Também pelo terceiro houve uma forte luta que teve como protagonistas o Porsche 911 GT3 R #9 do Team China, McLaren MP4-12C GT3 #1 da Hexis Racing e o BMW Z4 GT3 #18 da Vita4One Racing Team BMW. O Grand Turismo de Zuffenhausen, dividido por Halliday e Parisy, depois de algumas dificuldades iniciais, conseguiu ascender ao terceiro posto, mas nos momentos finais da corrida teve que se haver com a forte pressão desenvolvida por Frédéric Makowiecki (McLaren) e por Nikolaus Mayr-Meinhof (BMW).

O piloto da Porsche conseguiu defender-se dos ataques dos seus perseguidores, chegando os seus adversários à última curva da corrida quase lado a lado com o carro alemão, mantendo, porém, as suas posições relativas. “O meu turno foi muito complicado, no início só me preocupei em manter o carro em pista, dado que as condições eram muito traiçoeiras. Estou muito feliz por a equipa estar no pódio, somos ainda uma estrutura nova, e é impressionante termos alcançado este resultado. Vamos continuar a dar o nosso melhor amanhã e vamos lutar por uma posição ainda mais ambiciosa mas, para já, estou muito feliz com o que conquistámos”, afirmou Mike Parisy, que divide o Porsche #9 com Matt Halliday.

Álvaro Parente teve um dia difícil, mas com um final de turno impressionante, chegou a ser um segundo por volta mais rápido que os seus adversários, conseguiu que o McLaren MP4-12C GT3 que divide com Grégoire Demoustier subisse até ao décimo posto, depois de ter alinhado no fundo da grelha de partida devido a problemas técnicos no seu carro durante de manhã. “Na qualificação tivemos um pequeno problema no turbo, o que nos impediu de marcar qualquer tempo e nos obrigou a alinhar no décimo sexto posto. No início do meu turno tive algumas dificuldades com pneus, que tinham a pressão muito baixa, dado nós esperarmos que a pista secasse mais rapidamente. Só no final consegui recuperar alguns lugares, acabando o Grégoire (Demoustier) por ver a bandeirada de xadrez no décimo posto, o que acaba por ser uma boa posição para a corrida de amanhã”, afirmou o piloto da Hexis Racing.

A prova de amanhã terá o seu início às 13h45 (hora de Lisboa) e será transmitido em directo no website oficial do Campeonato do Mundo de GT1: http://gt1world.com/.

Posted on 22 de Abril de 2012, in FIA GT1 World Championship and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: