José Pedro Fontes e Miguel Barbosa com percalços quem ditam quinto lugar

José Pedro Fontes e Miguel Barbosa

Depois de uma primeira corrida marcada por um incidente que teve reflexo directo no resultado final, a prova disputada ao início da tarde de hoje no Autódromo do Estoril, voltou a não sorrir aos representantes da Vodafone BP Ultimate Team. Apesar de tudo terem feito para, a exemplo do que tinha acontecido na corrida de ontem, lutar pelo triunfo, José Pedro Fontes e Miguel Barbosa não tiveram, desta feita, a sorte do seu lado e o resultado final do fim-de-semana ficou um pouco aquém dos objectivos.

O arranque para esta segunda corrida não correu de feição a Miguel Barbosa, mas, ainda assim, o piloto de Lisboa conseguiu manter o segundo lugar, posição que abria excelentes perspectivas para o segundo turno, uma vez que a equipa era menos penalizada no “handicap” do que as suas rivais. Porém, um furo na roda dianteira direita do Mercedes SLS AMG já na fase final do turno de Miguel Barbosa resultou na perda de precioso tempo: “a última volta e meia antes da paragem foi a parte mais complicada. Eu já vinha a sentir qualquer coisa na frente do carro, mas a certa altura deixou mesmo de curvar para a esquerda.

A segunda fase da corrida voltou a ser madrasta para a formação que defende as cores da Vodafone e da BP Ultimate. Já com José Pedro Fontes ao volante do Mercedes, o objectivo era tentar encurtar ao máximo o fosso para os carros da frente e, pelo menos garantir uma posição no pódio, porém… “fiz uma paragem escusada na boxe pelo facto de o carro ter começado a falhar e no painel ter surgido a indicação de falta de gasolina. A verdade é que foi não mais do que um problema electrónico e resultou no fornecimento de uma informação errada!

Este foi um fim-de-semana menos feliz para que regressa à competição dentro de sensivelmente mês e meio no AIA (1 a 3 de Junho) na prova incluída no programa do WTCC.

Classificação da 1ª Corrida:

1º Patrick Cunha/José Ramos, 27 voltas e, 48m14,705s

2º César Campaniço/Carlos Vieira, a 37,552s

3º António Nogueira, a 1m07,813s

4º João Figueiredo/Hugo Godinho, a 1m17,115s

5º Vodafone BP/Ultimate Team – José Pedro Fontes/Miguel Barbosa, a 1v

Posted on 15 de Abril de 2012, in Campeonato de Portugal de Circuitos, Iberian Supercars Trophy and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: