McLaren lidera primeiro treino livre em Melbourne

Jenson Button

Depois de quase quatro meses de espera, finalmente começou, na manhã desta sexta-feira, em Melbourne, a temporada 2012 da F1. E a execução do primeiro treino livre visando o GP da Austrália, embora possa não ser lá muito conclusiva, mostrou um McLaren muito superior aos adversários em Albert Park. Jenson Button liderou a dobradinha da equipa de Woking ao fazer 1:27:560, 0,245s à frente de Lewis Hamilton, que registou a sua marca já no fim da sessão.

Se a McLaren começou bem, Felipe Massa começou de maneira exatamente oposta. O brasileiro vinha a fazer treino apenas discreto em Melbourne quando, já no fim da sessão, cometeu um erro na curva 9 do circuito de Albert Park e ficou parado na gravilha, encerrando assim a tomada de tempos num modestíssimo 18º lugar. O seu colega de Ferrari, Fernando Alonso, foi bem melhor, fechando o treino em quarto, logo atrás de Michael Schumacher, que mostrou bom ritmo com o novo Mercedes W03.

Se a sessão mostrou a McLaren suprema, a Mercedes em boa forma e a Ferrari (de Alonso) com desempenho bastante positivo, a Red Bull ficou bem atrás das oponentes. O melhor carro austríaco na manhã desta sexta-feira foi Mark Webber, que ficou a 0,907s de Button, fechando a sessão apenas em quinto. O piloto da casa foi seguido por Nico Rosberg, parceiro de Schumacher.

Surpresa foi o resultado obtido por Daniel Ricciardo, sétimo classificado em Melbourne. O novo piloto titular da Toro Rosso foi seguido pelo não menos surpreendente Pastor Maldonado, que conquistou a sua melhor marca no fim do treino em Albert Park. O venezuelano da Williams, que nesta temporada retoma a parceria com a Renault para o fornecimento de motores, bateu Kimi Räikkönen, que enfrentou problemas na suspensão do seu Lotus E20 e completou apenas oito voltas na Austrália. Kamui Kobayashi, que liderou boa parte da tomada de tempos, completou o top-10 do primeiro treino livre.

A sessão começou com o asfalto bastante húmido em Melbourne. Foi com este tipo de condição que os pilotos completaram as primeiras voltas de instalação para inspeção dos respectivos carros. Por conta da pista ainda bem molhada, os pilotos usaram pneus intermédios, caso da Ferrari, ou os compostos para chuva intensa, como a Lotus.

Se as condições de aderência já eram críticas antes, principalmente por ser um circuito de rua, onde há pouca borracha, com chuva, a situação se agravou e dificultou a condução dos carros por parte dos pilotos na primeira meia-hora de sessão.

Apenas com 20 minutos de treino que o primeiro competidor registou tempo em Albert Park. E o feito coube ao piloto da casa, o jovem Ricciardo, na sua estreia oficial como titular da Toro Rosso. A marca, no entanto, foi altíssima em comparação com o que viria a seguir. O australiano registou 1:47:448.

Pouco a pouco, graças, principalmente à melhoria nas condições da pista, os tempos foram baixando. Desta maneira, Alonso bateu em nada menos que 10s a marca estabelecida por Ricciardo. Por pouco tempo, obviamente.

Enquanto a luta pela ponta começava a intensificar-se, lá no fim do pelotão, a HRT começou o seu calvário com problemas no carro de Narain Karthikeyan. O recém-lançado F112 apresentou uma falha no sensor da pressão do óleo do motor Cosworth, encerrando ali a participação do indiano.

Com a pista cada vez mais seca, foi a vez de Kobayashi mostrar que o bom desempenho do C31 da Sauber na pré-temporada não foi mero acaso. O piloto nipónico assumiu a liderança da sessão após 40 minutos do início das atividades em Melbourne, ainda fazendo uso dos pneus intermédios.

Pouco tempo depois, Kamui voltou à pista, desta vez com pneus para asfalto seco. E a melhoria no seu tempo foi nítida após ter estabelecido 1:31:751, cerca de 5s mais rápido que a sua melhor marca usando os intermédios. A grande melhoria da marca de Kobayashi fez com que praticamente todos os pilotos da grelha deixassem as boxes para avaliar as condições da pista e estabelecer voltas cronometradas. Todos, menos um.

Isto porque Raikkonen praticamente não teve como ir à pista, já que o seu Lotus E20 apresentou problemas na suspensão dianteira, ficando praticamente toda a sessão recluso nas boxes. O campeão mundial de 2007 só deixou as boxes no fim dos treinos.

Aí os tempos caíram de vez, gerando grande alternância na ponta da sessão. A começar pelo duo da Mercedes, com Schumacher, e em seguida, com Rosberg na liderança. Mas Kobayashi conseguiu infiltrar-se no meio dos alemães com o competitivo Sauber em Melbourne. Mas o heptacampeão seguia na frente com 1:28:235.

Já na fase final da tomada de tempos, Massa cometeu um erro na curva 9 e ficou parado na gravilha, causando uma bandeira amarela no local. Começou mal o ano do brasileiro da Ferrari, ano que é crucial para a definição da sua permanência ou não na escuderia de Maranello.

Lá na frente, Schumacher resistia bravamente na frente, até que Button deixou as boxes e mostrou o grande potencial da McLaren neste começo de temporada. O britânico pulverizou a marca do piloto da Mercedes e registou 1:27:650 com pneus médios, assegurando a liderança da sessão quando faltavam seis minutos para o fim. Minutos depois, Jenson reduziu ainda mais seu tempo, anotando 1:27:650.

Já o bicampeão mundial, Vettel, fechou em 11º, em aparição bem discreta. Não parece que seja algo a se preocupar… por agora.

Confira os tempos:

Pos Driver Team Time Laps
 1.  Jenson Button         McLaren-Mercedes       1m27.560s            11
 2.  Lewis Hamilton        McLaren-Mercedes       1m27.805s  + 0.245   14
 3.  Michael Schumacher    Mercedes               1m28.235s  + 0.675   17
 4.  Fernando Alonso       Ferrari                1m28.360s  + 0.800   21
 5.  Mark Webber           Red Bull-Renault       1m28.467s  + 0.907   21
 6.  Nico Rosberg          Mercedes               1m28.683s  + 1.123   22
 7.  Daniel Ricciardo      Toro Rosso-Ferrari     1m28.908s  + 1.348   23
 8.  Pastor Maldonado      Williams-Renault       1m29.415s  + 1.855   16
 9.  Kimi Raikkonen        Lotus-Renault          1m29.565s  + 2.005    8
10.  Kamui Kobayashi       Sauber-Ferrari         1m29.722s  + 2.162   26
11.  Sebastian Vettel      Red Bull-Renault       1m29.790s  + 2.230   21
12.  Nico Hulkenberg       Force India-Mercedes   1m29.865s  + 2.305   17
13.  Paul di Resta         Force India-Mercedes   1m29.881s  + 2.321   18
14.  Bruno Senna           Williams-Renault       1m29.953s  + 2.393   21
15.  Sergio Perez          Sauber-Ferrari         1m30.124s  + 2.564   22
16.  Romain Grosjean       Lotus-Renault          1m30.515s  + 2.955   16
17.  Heikki Kovalainen     Caterham-Renault       1m30.586s  + 3.026   16
18.  Felipe Massa          Ferrari                1m30.743s  + 3.183   11
19.  Jean-Eric Vergne      Toro Rosso-Ferrari     1m31.178s  + 3.618   17
20.  Vitaly Petrov         Caterham-Renault       1m31.983s  + 4.423    8
21.  Timo Glock            Marussia-Cosworth      1m34.730s  + 7.170    8
22.  Charles Pic           Marussia-Cosworth      1m40.256s  + 12.696  11
23.  Narain Karthikeyan    HRT-Cosworth           no time               3
24.  Pedro de la Rosa      HRT-Cosworth           no time               0
Anúncios

Posted on 16 de Março de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: