Armindo Araújo: “A forma como temos gerido o ritmo nas especiais mostrou-se eficaz”

Armindo Araújo

Armindo Araújo e Miguel Ramalho terminaram o segundo dia de prova no oitavo lugar da geral, aproveitando da melhor forma os abandonos à sua frente, colocando-se sempre a salvo das muitas armadilhas do percurso, e desta forma continuam a manter intactas as aspirações de conseguir cumprir os objectivos desportivos traçados à partida: Pontuar.

Num dia muito duro e onde o público voltou a não ter um comportamento feliz, a dupla portuguesa resistiu a tudo, até mesmo a uma enorme pedra colocado no meio da estrada na derradeira especial da etapa.

Com a necessidade de procurar o melhor acerto para o MINI JCW WRC, Armindo Araújo tentou durante todas as especiais imprimir um ritmo o mais forte possível mas seguro o suficiente para não comprometer o resultado final. “Desportivamente estamos dentro dos objectivos que traçamos a partida de uma prova em para a qual não realizamos qualquer teste. O carro tem melhorado de dia para dia, estamos a evolui-lo em alguns pontos de afinação e tivemos uma etapa quase tranquila. Na última especial da manhã cometemos um ligeiro erro e na derradeira classificativa do dia apanhamos um valente susto quando vimos uma pedra enorme no meio da estrada. Não sabemos como conseguimos escapar ilesos mas felizmente a sorte esteve do nosso lado. Não sei como é possível acontecer uma situação destas”, começou por dizer o piloto da equipa WRC Team MINI Portugal.

Ao terminar o dia na oitava posição da geral, Armindo Araújo não escondia a sua satisfação por estar quase a alcançar um dos objectivos e espera que na última etapa da prova tudo corra dentro do previsto. “Traçamos como meta terminar dentro dos dez primeiros da geral e amealhar mais alguns pontos para a classificação do campeonato. Estamos bem colocados para o conseguir e vamos amanhã tentar manter esta posição. Faltam ainda quatro provas especiais e uma delas com mais de cinquenta quilómetros. A forma como temos gerido o ritmo nas especiais mostrou-se eficaz em termos de classificação e vamos manter a estratégia para o que ainda resta”, disse ainda Armindo Araújo.

Para o ultimo dia do Rali do México, a dupla portuguesa tem pela frente quatro especiais de classificação, num total de 74.76 quilómetros cronometrados.

Posted on 11 de Março de 2012, in WRC and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: