Maria de Villota contratada para piloto de testes da Marussia

Maria de Villota

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, a Marussia anunciou nesta quarta-feira a contratação de María de Villota para desempenhar a função de pilota de testes em 2012.

Já se vão vinte anos desde que Giovanna Amati guiou um carro de F1 na qualificação do GP do Brasil, em Interlagos. A italiana, hoje com 49 anos, foi a última mulher a pilotar um carro da categoria de maneira oficial, ainda que não tenha conseguido se classificar para nenhuma das três corridas iniciais de 1992 quando corria pela Brabham. Em testes, a última pilota a guiar um F1 foi Katherine Legge (hoje na Indy), em 2005, pela Minardi.

Nascida em Madrid há 32 anos, María tem passagens pela F3 Espanhola, F3000 Europeia, 24 Horas de Daytona, WTCC e Superleague Fórmula, onde defendeu a equipa do Atlético de Madrid. Filha de Emilio de Villota, ex-piloto de F1 na década de 70, a pilota teve a hipótese de testar um carro de F1 pela primeira vez em agosto do ano passado, quando pilotou o Renault R29, modelo de 2009. Na ocasião, María completou 300 km no circuito de Paul Ricard.

Além da função de pilota de testes, De Villota vai acompanhar a Marussia ao longo de toda a temporada e em todos os finais de semana de GP. De quebra, María também vai testar o MR01 nos testes com pilotos rookies dias depois do GP de Abu Dhabi, em novembro deste ano.

A espanhola exaltou a oportunidade recebida da escuderia russa. “Estou muito feliz por fazer parte do programa da Marussia como pilota de testes. Esta é uma oportunidade fantástica de trabalhar em colaboração com uma equipa de F1 e ganhar uma experiência importante para me ajudar a progredir na minha carreira, incluindo a hipótese de guiar o novo carro no fim do ano, no teste de Abu Dhabi”, revelou María.

Vou-me unir à equipa na pista, então estou muito ansiosa por trabalhar com eles desde a primeira corrida, no próximo fim de semana, e que isso possa ajudar na minha ambição futura rumo à F1”, declarou a nova pilota da F1.

John Booth, chefe de equipe da Marussia, deu as boas-vindas à María. “Estamos satisfeitos por receber a María no nosso programa como pilota de testes, o que vai capacitá-la a ser integrada num ambiente de equipa na F1 e acumular grande experiência, que será útil para a sua evolução na carreira. Nós também vamos proporcionar à Maria a oportunidade de testar um F1 no fim do ano”, comentou o dirigente britânico.

Posted on 7 de Março de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: