Kimi Raikkonen termina último teste da temporada com o melhor tempo

Kimi Raikkonen

Terminou neste domingo a pré-temporada da F1, período intenso de testes que antecede a abertura do Mundial, que em 2012 será realizado na Austrália, entre 16 e 18 de março. E após a última semana de treinos coletivos, realizados no circuito da Catalunha, a Lotus deixou boa impressão ao liderar três das quatro tomadas de tempo. Com exceção do último sábado, quando o E20 apresentou problemas no sistema de direção, a escuderia de Enstone liderou todas as sessões e fechou a semana de testes com Kimi Raikkonen na ponta.

O campeão mundial apenas comprovou que a Lotus realmente resolveu os problemas de suspensão dianteira que impediram a equipa de testar semana passada no mesmo circuito de Montmeló. Raikkonen manteve o bom rendimento exibido por Romain Grosjean e garantiu o melhor tempo geral da pré-temporada em Barcelona. No fim da manhã deste domingo, Kimi anotou 1:22:030, superou em 0,064s o tempo de Sergio Pérez, mais rápido no último sábado, com o carro da Sauber, e comandou a tabela geral de tempos na Catalunha.

Já durante a tarde, Raikkonen cumpriu o cronograma de testes da Lotus e trabalhou na avaliação da fiabilidade do E20, realizando assim uma intensa simulação de corrida. Ao todo, somados os períodos da manhã e da tarde, Kimi completou 121 voltas em Montmeló e foi o piloto que mais rodou neste domingo, comprovando que o novo carro preto e dourado parece rápido e, ao mesmo tempo, constante.

Assim como Raikkonen, todos os pilotos mantiveram os tempos da manhã, uma vez que o treino da tarde foi dedicado a testes aerodinâmicos e, principalmente, simulações de corrida. Em relação ao primeiro período, o único ausente foi Bruno Senna, que após ter feito um treino consistente pela manhã, terminando em terceiro, atrás somente de Raikkonen e Fernando Alonso, cedeu o cockpit do FW34 ao seu novo companheiro de Williams, Pastor Maldonado.

Fernando Alonso

Alonso trabalhou numa simulação de corrida e usou os diversos tipos de pneus disponibilizados pela Pirelli para este fim de semana, inclusive um composto sem identificação nas laterais. O piloto da Ferrari completou 115 voltas neste domingo na Catalunha e terminou a 0,220s do tempo de Raikkonen. Senna, por sua vez, não foi superado nem mesmo por Maldonado, garantindo a terceira melhor marca da sessão.

Nico Hülkenberg fechou a tomada de tempos na quarta posição após ter completado 101 voltas com o novo Force India VJM05. O alemão ficou à frente de Kamui Kobayashi, que ao contrário de Pérez, no último sábado, enfrentou problemas mecânicos no Sauber C31. O piloto nipónico causou uma das duas bandeiras vermelhas da tarde por conta de uma falha no motor Ferrari. Por tal razão, Kamui completou somente 72 voltas, um dos poucos a ficar longe da contagem centenária em Barcelona.

Lewis Hamilton cumpriu à risca o programa da McLaren, que em nenhum momento testou o MP4-27 em ritmo de qualificação. Disposto a trabalhar na avaliação da fiabilidade do novo modelo, o britânico não enfrentou qualquer tipo de problema em Montmeló. Prova disso foram as 115 voltas percorridas por Lewis, que fechou em sexto, seguido por Vitaly Petrov. Já no fim da sessão, o motor Renault do Caterham CT01 do russo apresentou um problema e causou a segunda bandeira vermelha do dia. Ainda assim, o piloto da escuderia malaia conseguiu completar 101 voltas e terminou em sétimo. Petrov foi seguido por Michael Schumacher, que realizou umas exatas 100 voltas com o novo Mercedes W03, carro que mostrou boa fiabilidade nos treinos em Barcelona.

Maldonado ficou bem longe do ritmo exibido por Senna. O venezuelano da Williams ficou a quase 1s do tempo do brasileiro, mas é preciso levar em conta o cronograma estabelecido pela escuderia de Grove para o latino-americano, diferente do brasileiro, que trabalhou em ritmo de qualificação. Pastor fechou em nono após completar 48 voltas e garantir 1:23:347 como melhor tempo. Daniel Ricciardo completou o top-10 com a Toro Rosso, também após registar 100 voltas em Montmeló.

Sebastian Vettel, por sua vez, teve o dia mais complicado para a Red Bull desde o início da pré-temporada. O bicampeão mundial enfrentou problemas na caixa do RB8 e o seu último treino antes do GP da Austrália ficou seriamente comprometido. Vettel cumpriu apenas oito voltas no período da tarde e permaneceu com o tempo da manhã, 1:23:608, ficando em 11º e último da sessão.

A F1 faz uma pausa nas atividades de pista e já começa a preparar-se para o embarque para Melbourne. A abertura do Mundial de F1 será realizada entre os dias 16 e 18 de março no circuito australiano de Albert Park. Será a temporada mais longa da categoria, que prevê a disputa de 20 GPs ao longo de 2012.

Confira os tempos:

Pos Driver Team Time Laps
 1.  Raikkonen      Lotus           1m22.030s           121
 2.  Alonso         Ferrari         1m22.250s  +0.220   115
 3.  Senna          Williams        1m22.296s  +0.266   53
 4.  Hulkenberg     Force India     1m22.312s  +0.282   101
 5.  Kobayashi      Sauber          1m22.386s  +0.356   72
 6.  Hamilton       McLaren         1m22.430s  +0.400   115
 7.  Petrov         Caterham        1m22.795s  +0.765   101
 8.  Schumacher     Mercedes        1m22.939s  +0.909   100
 9.  Maldonado      Williams        1m23.347s  +1.317   48
10.  Ricciardo      Toro Rosso      1m23.393s  +1.363   100
11.  Vettel         Red Bull        1m23.608s  +1.578   23

Posted on 4 de Março de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: