Carlos Slim Domit diz que talento é crucial mas destaque apoios financeiros

Sérgio Pérez é a grande esperança do México

A Telmex, gigante das telecomunicações com sede no México, é atualmente uma das empresas que mais investe no automobilismo, seja no desenvolvimento de jovens valores como também na manutenção de pilotos em categorias de elite no desporte motorizado mundial. O primeiro grande êxito da empresa foi a promoção de Sergio Pérez à F1 em 2011. O jovem de Guadalajara teve uma estreia promissora pela Sauber e já é um dos cotados para assumir o posto de Felipe Massa na Ferrari no próximo ano.

Entretanto, a chegada de Pérez à F1, mesmo após ter feito duas boas temporadas na GP2, foi cercada de desconfiança. Muito por conta do polpudo patrocínio da Telmex ao mexicano, que logo foi taxado de piloto pagante. Carlos Slim Domit, filho de Carlos Slim, homem mais rico do mundo e responsável pelo projeto da Telmex no automobilismo, disse que o talento ainda é crucial para quem se propõe a estar na F1.

Slim Domit disse que a importância do dinheiro na F1 sempre existiu, mas o patrocínio a um piloto apenas se justifica se este mostrar talento e capacidade de vencer na categoria máxima do automobilismo mundial.

Não creio que o [fator] económico seja diferente do que sempre foi. As equipas procuram pilotos que deem resultados, e se houver um patrocinador, é a melhor combinação. Há pilotos que não contam com grandes patrocinadores, como Kobayashi, e a Toro Rosso, que trocou os seus pilotos sem levar isso em conta”, observou o executivo mexicano. “A F1 teve e terá uma combinação dos dois, mas sempre houve a oportunidade para se avaliar o talento”, acrescentou.

Sem dúvida. Os patrocinadores estão de olho nos pilotos que correspondem e entregam resultados. O automobilismo tem muitas categorias de desenvolvimento, e o talento tem sido visto. E também é preciso que haja o amadurecimento na vida pessoal. Os campeões não apenas pilotam bem, mas são desportistas modernos”, complementou Slim Domit.

Além de Pérez, outros pilotos avançaram à F1 graças a bons patrocinadores. Pastor Maldonado, apoiado pela PDVSA; Bruno Senna, que levou consigo para a Williams dinheiro da OGX, de Eike Batista, e também da Embratel, empresa também controlada pela América Móvil, de propriedade de Slim; além de Vitaly Petrov, que graças ao patrocínios oriundos da Rússia conseguiu ocupar a vaga na Caterham no lugar de Jarno Trulli.

Slim Domit entende que as presenças de Pérez e de Esteban Gutiérrez na F1, Esteban é reserva da Sauber e vai para o seu segundo ano na GP2 como piloto da Lotus, são fundamentais para a divulgação da marca da Telmex ao redor do mundo. O executivo mexicano entende que a categoria é a principal plataforma de marketing que uma empresa pode dispor.

A situação económica é muito complicada, mas a F1 continua a ser o meio mais importante para uma empresa que quer ter uma presença global por meio de um só evento. É como se fosse um Campeonato do Mundo realizada todos os anos, diferente do Mundial e dos Jogos Olímpicos, e com outra vantagem: ela [a F1] tem 20 sedes. Como um veículo de difusão global, a F1 é, sem dúvida, o mais importante e vai continuar assim para quem almeja uma presença mundial”, disse Carlos.

Questionado sobre quem aposta como futura estrela da F1, o empresário não teve dúvidas. “O meu primeiro lugar é para o Sergio. Há muitos bons, mas escolheria Hülkenberg e Di Resta. Também será preciso ver o que estes novos vão demonstrar. Algum dia nós devemos ter um piloto mexicano campeão na F1”, apostou.

Por fim, Slim Domit disse que planeia o regresso do México ao calendário da F1, mas entende que o projeto ainda está em fase embrionária.

São muitas variáveis que devem estar juntas para que isso seja possível. A mais importante é a que haja um piloto local com que o povo se identifique e permita justificar que ela ocorra. Outras são um local adequado, um projeto nacional e um bom promotor que possa realizar isso. Esperemos que um dia tudo isso dê certo. Algo que ainda vai levar tempo”, concluiu.

Anúncios

Posted on 18 de Fevereiro de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: