Após 30h de testes, Sébastien Buemi elogia o Toyota TS030

Sébastien Buemi

‘Escondido’ no automobilismo de monolugares, Sébastien Buemi viveu uma experiência bastante diferente nesta semana. O piloto de reserva da Red Bull e da Toro Rosso na F1, o suíço guiou pela primeira vez o novo Toyota TS030 Híbrido, modelo com o qual a construtora nipónica vai disputar o Mundial de Endurance e também as 24 Horas de Le Mans neste ano.

Ao lado dos novos companheiros de equipa Alex Wurz, Nicolas Lapierre, Kazuki Nakajima e Hiroaki Ishiura, Buemi ajudou a Toyota a completar 30 horas de exaustivos testes no circuito de Paul Ricard, na França, entre quinta e sexta-feira. Apenas o britânico Anthony Davidson não esteve presente aos treinos em Le Castellet.

No fim da série de testes, Buemi, habituado à condução dos carros de F1, mostrou-se surpreso positivamente com o novo Toyota e aprovou a sua estreia como piloto de corridas de resistência. “Foi muito bom aprender mais sobre o ambiente do endurance. Trabalhei na pilotagem no simulador na Toyota, por isso tive uma ideia do que esperar, mas a realidade é sempre um pouco mais complexa”, disse o suíço em declaração divulgada pela Toyota.

Do ponto de vista técnico o carro é bastante impressionante, embora precisemos de progredir em algumas áreas, o que é normal nesta etapa de testes”, avaliou Sébastien.

TS030 da Toyota

A bordo do novo carro vermelho e branco, movido a gasolina e também a eletricidade, Buemi falou sobre o que encontrou de diferente em relação ao que estava habituado nos monolugares. “Completei alguns longos stints e aprendi alguns novos aspectos do endurance, como pilotar à noite, administrar o consumo de combustível e adaptar o meu estilo de pilotagem. Posso ver que cada detalhe é importante no sentido de ser rápido nesta categoria.”

Responsável pelo projeto do carro híbrido da Toyota, Hisatake Murata mostrou-se satisfeito com o comportamento do TS030 nos treinos em Paul Ricard, embora tenha salientando que o modelo apresentou alguns problemas, comuns nesta fase inicial de atividades.

Foi a primeira vez que corremos com o Toyota de sistema híbrido durante uma sessão mais longa de testes, então nós jamais esperamos uma semana livre de problemas; enfrentamos alguns problemas, mas nada grave”, comentou o engenheiro japonês.

Murata elogiou o trabalho dos seus pilotos, principalmente na tarefa de colher dados para evoluir o carro híbrido nas próximas semanas.

Graças à quantidade dos dados e ao feedback detalhado de todos os pilotos, temos muita informação sobre como o carro se comporta. Já conseguimos usar isso para melhorar os nossos sistemas, e antes dos próximos testes, nós vamos trabalhar ainda mais para corrigir alguns problemas”, concluiu.

Posted on 18 de Fevereiro de 2012, in 24h de Le Mans and tagged , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: