Dono da Lotus diz que Kimi Raikkonen não é quem aparenta ser

Kimi Raikkonen

Após os primeiros dois meses de trabalho, a Lotus rendeu-se a Kimi Raikkonen. Desde a chegada do finlandês, no fim do ano passado, a cúpula da equipa de Enstone é só elogios ao campeão mundial de F1 em 2007, destacando as suas qualidades como pessoa e como piloto.

Desta vez, quem se rendeu de palavras de reverência ao ex-piloto de Sauber, McLaren e Ferrari foi Gerard López, dono da Lotus. Em entrevista à imprensa britânica, o executivo espanhol afirmou que a equipa sente-se bem com Raikkonen e contou que o piloto está bastante sorridente, diferente da imagem pública que o nórdico carrega, uma vez que Kimi é conhecido por ser uma pessoa fechada.

Sentimos muito bem com ele, e ele, claramente, se sente em casa”, disse. “Ele sorri bastante quando está conosco. Mas, mais importante, ele diz que se sente parte da família”, contou López.

Campeão pela Ferrari, Kimi é reconhecido pelas suas qualidades como piloto. No entanto, o nórdico deixou a categoria, no fim de 2009, com fama de preguiçoso, desmotivado e de não cooperar com a imprensa e patrocinadores, sobretudo depois de um ano bastante difícil na Ferrari, que culminou na sua saída de Maranello e iniciar uma carreira de dois anos no WRC.

O dono da Lotus, por outro lado, acredita que esta imagem não reflete a realidade e não traduz a personalidade de Raikkonen. “Eu acho que Kimi tem uma imagem publica que, honestamente, pelo que eu vi, não traduz o que ele realmente é”, defendeu. “Ele é muito trabalhador, muito bom fornecedor de feedback e tem um bom espírito de equipa”, avaliou.

Mas não foi sempre assim. Gerard admitiu que ele e Eric Boullier, o chefe da equipa, tiveram dúvidas quando consideraram a possibilidade de contratar o finlandês. No fim do ano passado, a contratação de Kimi passou a ser prioridade para Lotus e Williams, mas o piloto de 32 anos acabou por assinar com a equipa de Enstone para liderar a Lotus no lugar de Robert Kubica.

Uma vez que falamos com ele, e, uma vez que entendemos o porquê de ele regressar à F1, nós sentimos realmente confortáveis”, revelou. “Se se olhar para o que aconteceu no teste, ninguém pode dizer que ele não está no ritmo”, concluiu Lopez, deixando claro que vê o seu primeiro piloto bastante motivado e pronto para um novo desafio na carreira.

Posted on 14 de Fevereiro de 2012, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: