Chefe da Volkswagen admite ingresso na F1, Indycar Series e Nascar

Volkswagen já está envolvida no automobilismo pela Fórmula 3 e pelo WRC

A Volkswagen está cada vez mais próxima de entrar na F1. O chefe de automobilismo da marca germânica, Wolfgang Dürheimer, afirmou que terá uma reunião em meados de 2012 para apresentar os novos planos da construtora para o desporto motorizado. O dirigente adiantou que estuda a entrada não só na F1, mas também em campeonatos da Ásia e da América.

Vou apresentar as minhas ideias ainda este ano com propostas que não dizem respeito apenas às categorias em que estamos envolvidos. Em termos de planeamento de vendas, a Volkswagen na América, Ásia e Oriente Médio, não está correctamente representada no automobilismo nestas áreas. Na minha opinião, isso deve ser corrigido”, declarou à imprensa alemã.

No final do último ano, em entrevista, o dirigente já havia colocado o ano de 2018 como uma possível data para se juntar à F1. “Eu poderia imaginar um envolvimento na F1 a partir de 2018, quando a empresa estiver a liderar a indústria. Nós temos marcas que poderiam fazer isso”, disse.

Na categoria principal do automobilismo mundial, a tendência é que a Volkswagen entre como construtora de motores. A empresa, aliás, foi alvo de rumores quanto à participação nas negociações que definiram o novo regulamento de propulsores da F1, que passa a vigorar em 2013.

Se a entrada da Volkwsagen na F1 parece encaminhada, Dürheimer explicou que isso sanaria a questão do mercado asiático, mas que a marca ainda precisaria avaliar as categorias norte-americanas para ter maior visibilidade na América. “A F1 é por enquanto a categoria mais importante na Europa e na Ásia. Só que está longe da visibilidade nos Estados Unidos, onde eles têm a Indycar e a Nascar. Estas categorias devem ser examinados para uma estratégia no futuro”, analisou.

Actualmente, o grupo Volkswagen também conta com Audi, Skoda, Seat, Bentley, Bugatti, Lamborghini, e Porsche entre as marcas, podendo ser representada por alguma delas tanto na F1 quanto nas categorias americanas.

Posted on 28 de Janeiro de 2012, in Fórmula 1 and tagged , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: