Patrick Head abandona a Williams e a F1

Patrick Head

Neste sábado, ultimo dia de 2011, Patrick Head despede-se da F1 depois de 34 anos como director da Williams, escuderia que o britânico fundou junto com Frank Williams. O inglês, de 65 anos, havia anunciado a sua saída do quadro da equipa no encerramento da temporada, no GP do Brasil, mas deixou claro que não está a ausentar-se. Head passa a integrar a área de tecnologia híbrida da empresa e afasta-se somente da F1.

A Williams teve o pior desempenho da sua história em 2011, tendo marcado apenas quatro pontos com Rubens Barrichello e um com Pastor Maldonado. O mau ano levou a uma reestruturação completa do comando da equipa. “Claro que não tinha a vontade de encerrar o meu envolvimento na F1 com a temporada que tivemos. Mas quando vejo o que eu posso fazer para ajudar Mike Coughlan, Mark Gillan e Jason Somerville, chego à conclusão de que continuar a justificar e fazer a mesma coisa não é o ideal“, disse Head na ocasião da sua saída.

Certamente ausência não é a palavra, mas não vou estar directamente no programa de F1 da Williams no ano que vem“, afirmou o engenheiro. “Vou trabalhar no programa de energia híbrida da Williams, que pode parecer um pouco seco e maçante, mas trata-se de alta tecnologia e parece interessante“, completou.

Frank Williams saudou o seu companheiro de longa data num comunicado da equipa. “O Patrick e eu fomos parceiros por 34 anos. Durante este tempo, ele tem sido o líder da equipa técnica, que conquistou a maioria dos nossos títulos e campeonatos. Este é um legado notável e único, é definitivamente algo que jamais será esquecido“, registou o dono da equipa.

O Patrick é uma pessoa muito simples, trabalha duramente e é um engenheiro verdadeiramente talentoso que trabalha no mais alto nível mundial. Vou sentir falta dele, assim como os meus colegas, e ele sempre será bem-vindo a Grove. De facto, Patrick ainda será visto ao redor da fábrica, já que ele vai continuar envolvido no desenvolvimento das nossas actividades de energia híbrida“, disse Williams.

Patrick Head começou a sua carreira no automobilismo na Lola logo após se formar na Universidade de Londres, em 1970 e ajudou a fundar a Williams no final de 1977. Desde então, a equipa venceu 113 vezes na F1 e facturou o título de pilotos sete vezes e o de construtores nove vezes, o que faz dela a terceira maior vencedora da F1, atrás somente de Ferrari e McLaren.

Posted on 31 de Dezembro de 2011, in Fórmula 1 and tagged . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: